Banca de DEFESA: DANILLO MENEZES OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANILLO MENEZES OLIVEIRA
DATA : 23/02/2022
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/gbp-txor-gjz
TÍTULO:

Harmonização dos Atributos Radiômicos em Tomografia Computadorizada de COVID-19


PALAVRAS-CHAVES:

Tomografia Computadorizada; COVID-19; Radiômica; Harmonização.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

Com o surgimento da COVID-19 em 2019, o grande desafio foi o diagnóstico inicial da doença como forma de atenuar a propagação do vírus SARS-CoV-2. Exames de tomografia computadorizada (TC) de tórax podem ser utilizados tanto para o diagnóstico quanto para o estadiamento da COVID-19. Entretanto, o seu diagnóstico pode ser confundido com outras infecções agudas. Para melhorar a acurácia diagnóstica, sistemas computadorizados utilizando inteligência artificial (IA) combinado com radiômica podem ser desenvolvidos. Este trabalho integra um projeto de pesquisa cujo objetivo principal é o desenvolvimento e validação de um software para diagnóstico de COVID-19 baseado em TC, radiômica e IA, no qual participam três centros de radiologia. Entretanto, na condução de estudos radiômicos multicêntricos, as diferenças de modelos de equipamentos, protocolos de aquisição e de processamento das imagens podem influenciar os atributos radiômicos obtidos. Uma maneira de reduzir essa variabilidade é a harmonização dos atributos radiômicos entre os centros de pesquisa. Para este trabalho, os atributos radiômicos dos três centros de radiologia foram selecionados pelos métodos supervisionado e não supervisionado, ainda assim foi realizada uma avaliação da correlação do atributo com o volume da lesão, pois, notou-se que em um dos centros de radiologia os pacientes apresentaram lesões maiores em relação aos outros dois centros. Sendo assim, os atributos selecionados com pouca correlação com o volume da lesão foram harmonizados utilizando o método Combat. Observou-se que os atributos selecionados pelo método não supervisionado possuem forte correlação com o volume da lesão, por este motivo não foi utilizado o método Combat de harmonização. Entretanto, notou-se que o método de seleção não supervisionado é eficiente na seleção de atributos harmonizados, não sendo necessário uma harmonização matemática. Foi possível observar também que os atributos selecionados pelo método supervisionado possuem fraca correlação com o volume da lesão, por este motivo foram harmonizados utilizando o método Combat. Como resultado, notou-se que o método Combat de harmonização é eficiente no alinhamento dos dados dos atributos radiômicos que tem pouca correlação com o volume da lesão, tornando assim viável o estudo radiômico multicêntrico.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2364069 - VIVIANE KHOURY ASFORA
Externo à Instituição - VINICIUS DE OLIVEIRA MENEZES - UFPE
Externa à Instituição - ANA FIGUEIREDO MAIA - UFS
Notícia cadastrada em: 16/02/2022 23:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02