PGGGEN PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM GENETICA - CB DEPARTAMENTO DE GENETICA - CB Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: JESSICA BARBARA VIEIRA VIANA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSICA BARBARA VIEIRA VIANA
DATA : 08/04/2022
HORA: 13:00
LOCAL: Departamento de Genética
TÍTULO:

Modificadores Epigenéticos: Genômica Estrutural e Funcional em Plantas Submetidas a Diferentes Condições Estressantes


PALAVRAS-CHAVES:

(de) metilação de DNA; (de) metilação de histonas; (de) acetilação de histonas; combate ao estresse.

 


PÁGINAS: 84
RESUMO:

Dentre as diversas culturas vegetais mais produzidas no Brasil, destacam-se a uva (Vitis vinifera L.) e o feijão-caupi (Vigna unguiculata L.) com elevados índices de produção anual, apresentando relevante importância social e econômica. Entretanto, a produtividade dessas culturas é frequentemente afetada, devido à ocorrência de estresses. Nesse contexto, as modificações epigenéticas compreendem ampla funcionalidade, sendo os processos de (de) metilação de DNA, (de) metilação das histonas e (de) acetilação das histonas participantes diretos no mecanismo de combate ao estresse (a) biótico. Esses processos são desenvolvidos pelas enzimas metiltransferases (MTases) e demetilases (dMTases) de DNA; metiltransferase (SDGs) e demetilases (JMJs) de histonas; e acetiltransferases (HATs) e desacetilases (HDACs) de histonas. O presente trabalho teve como objetivo analisar essas enzimas mediante abordagens genômica e transcriptômica. Essas enzimas foram analisadas considerando suas características estruturais, distribuição genômica, mecanismos de expansão genômica, conservação entre outras espécies vegetais, além dos padrões de expressão frente a estresse biótico e abiótico. Bibliotecas de RNA-Seq de acessos contrastantes da videira [genótipo resistentes (IAC-572) e suscetível (Red Globe)] so estresse biótico, bem como bibliotecas de RNA-Seq de feijão-caupi sob estresse biótico (injúria mecânica seguida de inoculação viral) e abiótico (desidratação radicular) foram analisadas. As enzimas identificadas no genoma da videira (MTases e dMTases) e do feijão-caupi (SDGs, JMJs, HATs e HDACs) apresentaram, em sua maioria, conservação de suas respectivas estruturas. Além disso, um alto índice de conservação dessas enzimas foi observado nos genomas de diferentes espécies vegetais. Os elementos cis-regulatórios identificados nos promotores foram associados a diferentes TFs que estão intimamente relacionados a resposta vegetal a condições adversas. Os dados de expressão gênica para os acessos contrastantes da videira indicaram que os transcritos induzidos podem auxiliar em uma estratégia molecular no genótipo resistente da videira analisado nesse estudo. Uma vez que, uma maior indução de modificadores epigenéticos foi observada nesse genótipo quando comparado ao genótipo suscetível. Os dados de RNA-Seq do feijão-caupi apontam para uma maior indução de modificadores epigenéticos na resposta a desidratação radicular quando comparada ao ensaio de injúria mecânica seguida de inoculação viral. Em suma, os resultados gerados nesse estudo agregam valor ao entendimento da dinâmica desses modificadores epigenéticos na resposta de vegetais a estresse, evidenciando sua pluralidade estrutural e funcional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1134670 - ANA MARIA BENKO ISEPPON
Interno - 1171216 - EDERSON AKIO KIDO
Externo à Instituição - ELISEU BINNECK - EMBRAPA
Externo à Instituição - JOAO PACIFICO BEZERRA NETO
Externo à Instituição - ROMMEL THIAGO JUCA RAMOS - UFPA
Notícia cadastrada em: 05/04/2022 17:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01