Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIO CESAR FERNANDES FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIO CESAR FERNANDES FONSECA
DATA : 01/03/2022
LOCAL: https://meet.google.com/wrv-hovu-nrv
TÍTULO:

Filme de Nanocompósito de Polipirrol dopado com Vermelho do Congo e Nanopartículas de ouro como Contra-eletrodo em Células Solares Sensibilizadas com Corante


PALAVRAS-CHAVES:

Polipirrol; vermelho do congo; nanocompósitos; contra-eletrodos; célula solares sensibilizadas com corrante


PÁGINAS: 19
RESUMO:

A fonte de energia mais estável e disponível é a energia solar que pode ser transformada em energia elétrica através da fabricação de painéis solares também chamados de células solares ou ainda células fotovoltaicas. Dentre as células solares desenvolvidas e exploras, as células solares sensibilizadas por corantes (DSSCs) emergiram como uma promessa para o futuro. Porém a utilização de alguns componentes para sua fabricação dificulta que tal tecnologia se torne cada vez mais acessível, como a volatilidade do eletrólito e o custo dos componentes da célula, como por exemplo o contra-eletrodo de platina (Pt). A Pt é um metal nobre que a cada dia se torna mais escarço e apresenta custo elevado. Dessa forma, um crescente interesse vem sendo dado ao desenvolvimento de contra-eletrodos livres de platina, que apresentem baixa resistência à transferência de carga, baixo custo e que sejam de fácil fabricação. Os materiais relatados como potenciais substitutos de Pt são compostos de polímeros condutores. Neste trabalho, foi estudado pela primeira vez a síntese eletroquimicamente in situ de filmes de nanocompósito de polipirrol (PPI) dopado com vermelho do congo (VC) e nanopartículas de ouro (NPAu). Os materiais foram caracterizados e aplicados como contra-eletrodos (CE) em DSSCs. Os filmes de nanocompósitos foram sintetizados em temperatura ambiente e caracterizados através de análises ópticas, morfológicas, estruturais e eletroquímicas utilizando espectroscopia de absorção UV-VIS, espectroscopia Raman, microscopia eletrônica de varredura (MEV), Microscopia eletrônica de transmissão (TEM) e voltametria cíclica (VC). Os dispositivos de DSSCs foram avaliados por medidas de curvas de corrente versus potencial. Os resultados mostram que a presença de NPAu à matrix do PPI-VC, resulta em uma melhor performance dos dispositivos de DSSCs.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 519.487.700-59 - GIOVANNA MACHADO - UFRGS
Interno - 2154866 - TIAGO FELIPE DE ABREU SANTOS
Externa à Instituição - CALINK INDIARA DO LIVRAMENTO DOS SANTOS - UFSJ
Notícia cadastrada em: 29/03/2022 14:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01