Banca de DEFESA: LUCAS OLIVEIRA SIQUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCAS OLIVEIRA SIQUEIRA
DATA : 23/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Defesa por videoconferência
TÍTULO:

Brasagem de Aço Inoxidável Austenítico com Metais de Adição à Base de Prata para Aplicação em Sistemas Pressurizados de Aeronaves


PALAVRAS-CHAVES:

Brasagem por tocha; Aço inoxidável; Metal de adição à base de prata; Óxido de grafeno; Avaliação microestrutural; Propriedades mecânicas.


PÁGINAS: 99
RESUMO:

Atualmente o transporte de passageiros em aviões comerciais civis é uma das formas mais comuns e recorrentes para se percorrer longas distancias. No entanto, essa atividade é realizada em altas altitudes, situação na qual a quantidade de oxigênio disponível ar se torna insuficiente para a manutenção da ação humana. A partir disso, as aeronaves são equipadas com sistemas de alimentação de oxigênio para suprir as necessidades desse gás requerida pelos pulmões. As tubulações de alta pressão desse sistema são fabricadas em aço inoxidável e comumente unidas por brasagem usando metais de adição à base de prata, porém os estudos na literatura acerca dessa união são bastante escassos. Nesse contexto, essa pesquisa tem o objetivo de contribuir a literatura fornecendo informações microestruturais e mecânicas relevantes acerca da união do aço inoxidável 304 por brasagem com tocha oxiacetilênica usando metais à base de prata com conteúdo de prata de 25%, 35% e 45%. Além disso, é proposto um novo metal de adição com baixo conteúdo de prata (25%) com adição de óxido de grafeno. A inspeção visual das juntas brasadas indicaram que a preparação superficial afeta bastante a formação de trincas e poros na região do metal de adição. O ensaio relativo ao tipo de chama confirmou que a chama do tipo neutra é mais indicada para brasagem de aços inoxidáveis usando metal de adição à base de prata, fornecendo um maior grau de preenchimento da junta brasada. A análise microestrutural revelou que a junta brasada com a adição de óxido de grafeno apresentou uma microestrutura mais homogênea e refinada em relação a condição sem adição de óxido de grafeno. Além de que, foi verificada uma heterogeneidade microestrutural nas juntas brasadas com 25% e 35% de prata. Os ensaios de microdureza Vickers mostraram-se de acordo com as análises microestruturais, onde a junta brasada com óxido de grafeno apresentou uma dureza levemente maior em relação a todas as outras condições de metal de adição devido à microestrutura refinada.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - SERGIO DE TRAGLIA AMANCIO FILHO
Interno - 1132272 - SEVERINO LEOPOLDINO URTIGA FILHO
Presidente - 2154866 - TIAGO FELIPE DE ABREU SANTOS
Notícia cadastrada em: 14/07/2021 22:07
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01