PPGPERG PROGRAMA DE POS-GRADUACAO PROFISSIONAL EM ERGONOMIA - CAC DEPARTAMENTO DE DESIGN - CAC Telefone/Ramal: Não informado
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPE

2022
Dissertações
1
  • ÍTALA COSTA BEZERRA
  • AVALIAÇÃO DE DOIS MÉTODOS DE COLAGEM NO PROCESSO DE ESTAMPARIA EM UMA INDÚSTRIA CALÇADISTA, SOB O OLHAR DA ERGONOMIA

  • Orientador : MARCIO ALVES MARÇAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LIA BUARQUE DE MACEDO GUIMARAES
  • MARCIO ALVES MARÇAL
  • ROGERIO LUIZ MOTA DE OLIVEIRA
  • Data: 25/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo foi motivado pela importância do processo produtivo de um modelo
    específico em uma indústria de calçados na Paraíba, que tem um crescimento projetado em
    aproximadamente 85% até 2023, se destacando assim, como um dos principais modelos da
    coleção atual e subsequentes, servindo até de base para a criação de outros processos similares.
    O processo engloba três operações, tendo como a principal para o estudo, a de aplicação de cola
    na tira do calçado. Esta atividade requer um alto nível atenção, é a principal do fluxo produtivo,
    pois qualquer erro pode gerar inutilizado que só serão, muitas vezes, observados ao final do
    processo. Ela possui duas propostas de método para sua realização, com uso do gabarito e
    suporte, neste sentido o estudo buscou analisar esses dois métodos de trabalho e os impactos
    das demandas físicas, organizacionais e psicológicas, visando contribuir de maneira relevante
    para com a indústria no desenvolvimento dos novos produtos/processos e com a qualidade de
    vida do operador. Como metodologia, o uso de ferramentas específicas de processo e da área
    de ergonomia, o MTM UAS e MTM EAWS, respectivamente, observação direta com registros
    fotográficos, e aplicação dos questionários sócio demográfico e ocupacional, nórdico e JSS -
    Karazek aos colaboradores, foram essenciais para obtenção de dados para atingir o objetivo
    desta pesquisa e avaliar qual dos dois processos pode favorecer a realização da atividade e à
    saúde do operador. Participaram da pesquisa 24 operadores que realizam as três operações,
    sendo representantes dos três turnos de trabalho. Esses mesmos 24 operadores realizaram a
    atividade com os dois processos em comparação. Com base nas análises das ferramentas
    utilizadas, foram identificados pontos negativos nos dois métodos em comparação (gabarito x
    suporte), evidenciando a existência de risco ocupacional mais acentuada no uso com gabarito
    que pode contribuir para surgimento de queixas, e assim, foram propostas recomendações no
    método e no posto de trabalho com base na NR 17 e Engenharia de Produção, visando a
    melhoria com foco da qualidade na atividade de aplicação de cola.


  • Mostrar Abstract
  • Este estudo foi motivado pela importância do processo produtivo de um modelo
    específico em uma indústria de calçados na Paraíba, que tem um crescimento projetado em
    aproximadamente 85% até 2023, se destacando assim, como um dos principais modelos da
    coleção atual e subsequentes, servindo até de base para a criação de outros processos similares.
    O processo engloba três operações, tendo como a principal para o estudo, a de aplicação de cola
    na tira do calçado. Esta atividade requer um alto nível atenção, é a principal do fluxo produtivo,
    pois qualquer erro pode gerar inutilizado que só serão, muitas vezes, observados ao final do
    processo. Ela possui duas propostas de método para sua realização, com uso do gabarito e
    suporte, neste sentido o estudo buscou analisar esses dois métodos de trabalho e os impactos
    das demandas físicas, organizacionais e psicológicas, visando contribuir de maneira relevante
    para com a indústria no desenvolvimento dos novos produtos/processos e com a qualidade de
    vida do operador. Como metodologia, o uso de ferramentas específicas de processo e da área
    de ergonomia, o MTM UAS e MTM EAWS, respectivamente, observação direta com registros
    fotográficos, e aplicação dos questionários sócio demográfico e ocupacional, nórdico e JSS -
    Karazek aos colaboradores, foram essenciais para obtenção de dados para atingir o objetivo
    desta pesquisa e avaliar qual dos dois processos pode favorecer a realização da atividade e à
    saúde do operador. Participaram da pesquisa 24 operadores que realizam as três operações,
    sendo representantes dos três turnos de trabalho. Esses mesmos 24 operadores realizaram a
    atividade com os dois processos em comparação. Com base nas análises das ferramentas
    utilizadas, foram identificados pontos negativos nos dois métodos em comparação (gabarito x
    suporte), evidenciando a existência de risco ocupacional mais acentuada no uso com gabarito
    que pode contribuir para surgimento de queixas, e assim, foram propostas recomendações no
    método e no posto de trabalho com base na NR 17 e Engenharia de Produção, visando a
    melhoria com foco da qualidade na atividade de aplicação de cola.

2021
Dissertações
1
  • FLAVIO DE ARAUJO WANDERLEY
  • QUALIDADE AVALIATIVA DE ENFERMEIRAS A PARTIR DA PERCEPÇÃO DE SEUS USUÁRIOS

  • Orientador : LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GLEICE VIRGINIA MEDEIROS DE AZAMBUJA ELALI
  • LAURA BEZERRA MARTINS
  • LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • Data: 17/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa enfoca a qualidade avaliativa de enfermarias, anaiisando os efeitos combinados de certas características ambientais (complexidade, contraste e abertura) na realizaçăo de determinadas atividades nesse ambiente. Entre as atividades estudadas, os procedimentos assistenciais ao paciente, avaliados pela percepção dos profissionais da área saúde; dormir/repousar e interagir/socializar, avaliados pela percepçăo dos pacientes e acompanhantes da ala das enfermarias oncolõgicas do Hospital das Clínicas de Pernambuco da Uni'versidade Federal de Pernambuco. Teve como objetivo geral prover informações empíńcas sobre a qualidade visual percebida em enfermarias e, para atingir tal objetivo, adotou a Teoria das Facetas no desenho da investigaçăo empírica, que fez uso de questionários on-line para abordar os participantes dos três diferentes grupos sociais enfocados, bem como da técnica não paramétrica e multidimensional Análise da Estrutura de Similaridade (Similarity Structure Analysis - SSA) para analisar os resultados. As evidências emptricas revelaram que, para os profissionais de saúde entrevistados, uma enfermaria com complexidade moderada, contraste alto e vistas desobstruídas favorece a realização dos procedimentos assistenciais ao paciente; já para os pacientes e acompanhantes abordados, uma enfermaria com complexidade minima, contraste baixo e vista obstruída favorece dormir e repousar; assim como uma enfermaría com complexidade moderada, contraste baixo e vista desobstruída favorece interagir e socializar.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa enfoca a qualidade avaliativa de enfermarias, anaiisando os efeitos combinados de certas características ambientais (complexidade, contraste e abertura) na realizaçăo de determinadas atividades nesse ambiente. Entre as atividades estudadas, os procedimentos assistenciais ao paciente, avaliados pela percepção dos profissionais da área saúde; dormir/repousar e interagir/socializar, avaliados pela percepçăo dos pacientes e acompanhantes da ala das enfermarias oncolõgicas do Hospital das Clínicas de Pernambuco da Uni'versidade Federal de Pernambuco. Teve como objetivo geral prover informações empíńcas sobre a qualidade visual percebida em enfermarias e, para atingir tal objetivo, adotou a Teoria das Facetas no desenho da investigaçăo empírica, que fez uso de questionários on-line para abordar os participantes dos três diferentes grupos sociais enfocados, bem como da técnica não paramétrica e multidimensional Análise da Estrutura de Similaridade (Similarity Structure Analysis - SSA) para analisar os resultados. As evidências emptricas revelaram que, para os profissionais de saúde entrevistados, uma enfermaria com complexidade moderada, contraste alto e vistas desobstruídas favorece a realização dos procedimentos assistenciais ao paciente; já para os pacientes e acompanhantes abordados, uma enfermaria com complexidade minima, contraste baixo e vista obstruída favorece dormir e repousar; assim como uma enfermaría com complexidade moderada, contraste baixo e vista desobstruída favorece interagir e socializar.

2
  • CARLOS EDUARDO MEIRA DE MENEZES
  • UM MÉTODO ERGONÔMICO PARA DIAGNÓSTICO E CONTROLE DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS INFORMATIZADOS – O MIDAS (MÉTODO INTEGRADO PARA IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO ERGONOMICA DE SISTEMAS) Estudo de caso: Sistema SCADA para Supervisão de Oleodutos

  • Orientador : WALTER FRANKLIN MARQUES CORREIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDGARD THOMAS MARTINS
  • JOSÉ GUILHERME DA SILVA SANTA ROSA
  • TERESA MARIA DE MEDEIROS MACIEL
  • Data: 17/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os sistemas de informação estão cada vez mais presentes no dia a dia das organizações, e com o crescente aumento do número de processos envolvidos, se tornam mais complexos, trazendo maior dificuldade para os usuários. Assim, faz-se necessário que os sistemas sejas concebidos de forma a proporcionar um trabalho agradável e de fácil compreensão, mas também que traga resultados para a organização. O presente trabalho aborda como otimizar o processo do desenvolvimento de sistemas, aplicando o olhar da ergonomia, buscando, nos princípios de suas diversas disciplinas, fundamentos que possam apoiar o processo de software. A pesquisa foi realizada a partir de um guia de procedimentos, criado com base em revisão de literatura. Foram identificados os diversos aspectos sobre os quais a ergonomia pode atuar, através dos conceitos e práticas observados em suas áreas de aplicação. Foram, então, correlacionados os aspectos de sistemas com as respectivas ações ergonômicas, elaborando-se um catálogo de recomendações a ser utilizado como guia para orientar o desenvolvimento de um novo sistema, bem como diagnosticar sistemas em operação. Os procedimentos definidos foram aplicados em um estudo de caso, avaliando os aspectos que não foram considerados e indicando as ações e recomendações para correção. A pesquisa apresentou, como resultado, um catálogo de procedimentos operacionais e as respectivas recomendações ergonômicas que podem ter aplicações práticas, relevantes para quem atua na área de projeto e
    desenvolvimento de sistemas.


  • Mostrar Abstract
  • Os sistemas de informação estão cada vez mais presentes no dia a dia das organizações, e com o crescente aumento do número de processos envolvidos, se tornam mais complexos, trazendo maior dificuldade para os usuários. Assim, faz-se necessário que os sistemas sejas concebidos de forma a proporcionar um trabalho agradável e de fácil compreensão, mas também que traga resultados para a organização. O presente trabalho aborda como otimizar o processo do desenvolvimento de sistemas, aplicando o olhar da ergonomia, buscando, nos princípios de suas diversas disciplinas, fundamentos que possam apoiar o processo de software. A pesquisa foi realizada a partir de um guia de procedimentos, criado com base em revisão de literatura. Foram identificados os diversos aspectos sobre os quais a ergonomia pode atuar, através dos conceitos e práticas observados em suas áreas de aplicação. Foram, então, correlacionados os aspectos de sistemas com as respectivas ações ergonômicas, elaborando-se um catálogo de recomendações a ser utilizado como guia para orientar o desenvolvimento de um novo sistema, bem como diagnosticar sistemas em operação. Os procedimentos definidos foram aplicados em um estudo de caso, avaliando os aspectos que não foram considerados e indicando as ações e recomendações para correção. A pesquisa apresentou, como resultado, um catálogo de procedimentos operacionais e as respectivas recomendações ergonômicas que podem ter aplicações práticas, relevantes para quem atua na área de projeto e
    desenvolvimento de sistemas.

3
  • DEIVSON CAVALCANTE GOMES DE OLIVEIRA
  • MODELOS COMPLEMENTARES PARA A AVALIAÇÃO DA INCLUSÃO DE SERVIDORES COM DEFICIÊNCIA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

  • Orientador : LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LAURA BEZERRA MARTINS
  • LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • LUIZ PRIORI JUNIOR
  • Data: 17/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa teve como objetivo definir modelos complementares para
    avaliação da inclusão de servidores públicos com deficiência em Instituições de
    Ensino Superior, sob a ótica funcionalidade e da percepção de qualidade de vida
    no trabalho. Utilizou-se a Teoria das Facetas para estruturar o desenho da
    investigação empírica, elaborar os modelos de avaliação propostos e analisar os
    resultados. Para definição das variáveis manipuladas para a avaliação da
    funcionalidade dos servidores com deficiência, foram utilizados os componentes
    da funcionalidade presentes no WHODAS 2.0, em associação com os fatores
    ambientais da CIF. O modelo elaborado para investigação empírica da
    percepção da QVT foi definido com base nos fatores estruturantes da QVT
    propostos por Ferreira (2012). Foram realizadas entrevistas com 21 servidores
    com deficiência de uma Instituição de Ensino Superior dos tipos física, visual,
    auditiva e mista. Os dados foram analisados por meio da Análise da Estrutura de
    Similaridade (SSA) com o auxílio do software HUDAP-7. Os resultados indicam
    que os modelos propostos são adequados, visto que suas variáveis foram
    captadas pelos participantes, sendo consideradas determinantes para
    investigação proposta. Além disso, por meio da representação gráfica das
    variáveis no espaço multidimensional, foi possível estabelecer o perfil da
    funcionalidade e da percepção de qualidade de vida no trabalho dos
    participantes por meio da relação entre os componentes da funcionalidade e dos
    fatores estruturantes da QVT com os diferentes tipos de deficiência
    apresentados pelos participantes.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa teve como objetivo definir modelos complementares para
    avaliação da inclusão de servidores públicos com deficiência em Instituições de
    Ensino Superior, sob a ótica funcionalidade e da percepção de qualidade de vida
    no trabalho. Utilizou-se a Teoria das Facetas para estruturar o desenho da
    investigação empírica, elaborar os modelos de avaliação propostos e analisar os
    resultados. Para definição das variáveis manipuladas para a avaliação da
    funcionalidade dos servidores com deficiência, foram utilizados os componentes
    da funcionalidade presentes no WHODAS 2.0, em associação com os fatores
    ambientais da CIF. O modelo elaborado para investigação empírica da
    percepção da QVT foi definido com base nos fatores estruturantes da QVT
    propostos por Ferreira (2012). Foram realizadas entrevistas com 21 servidores
    com deficiência de uma Instituição de Ensino Superior dos tipos física, visual,
    auditiva e mista. Os dados foram analisados por meio da Análise da Estrutura de
    Similaridade (SSA) com o auxílio do software HUDAP-7. Os resultados indicam
    que os modelos propostos são adequados, visto que suas variáveis foram
    captadas pelos participantes, sendo consideradas determinantes para
    investigação proposta. Além disso, por meio da representação gráfica das
    variáveis no espaço multidimensional, foi possível estabelecer o perfil da
    funcionalidade e da percepção de qualidade de vida no trabalho dos
    participantes por meio da relação entre os componentes da funcionalidade e dos
    fatores estruturantes da QVT com os diferentes tipos de deficiência
    apresentados pelos participantes.

4
  • GABRIELA MARIA GONCALVES LEAL
  • A INFLUÊNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL NOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM À LUZ DA ERGONOMIA, NO SERVIÇO PRESTADO À POPULAÇÃO. UM ESTUDO DE CASO: HOSPITAL DAS CLÍNICAS.


  • Orientador : EDGARD THOMAS MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDGARD THOMAS MARTINS
  • FABIANA WANDERLEY DE SOUZA MOREIRA
  • JOSÉ GUILHERME DA SILVA SANTA ROSA
  • Data: 17/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os gestores e colaboradores dos hospitais públicos assim como das demais organizações, precisam estar motivados para melhor desempenharem suas funções, e que os objetivos institucionais sejam atingidos com efetividade na prestação de serviços. Assim, sob o olhar do clima organizacional, sendo um dos indicadores significativos das relações interpessoais dentro de uma organização, possui grande relevância para alinhar as necessidades e objetivos individuais dos colaboradores, e conhecer as reais necessidades do ambiente de trabalho. O estudo teve como objetivo descrever, sob a luz da ergonomia organizacional, como o ambiente de trabalho afeta os profissionais de enfermagem lotados na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas de Pernambuco. A pesquisa de campo teve caráter exploratório, analítico, qualitativo com grupo focal.  O estudo foi realizado na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas de Pernambuco. A população foi representada pelos profissionais de saúde deste hospital, teve como amostra os profissionais de enfermagem da Unidade Neonatal: técnicos de enfermagem e enfermeiros. Os resultados apresentados mostraram que apesar da superlotação dos leitos e das demandas o ambiente organizacional mostrou-se favorável ao desempenho e satisfação profissional. Concluiu-se que é importante a existência de um ambiente favorável para se obter um bom desempenho, satisfação dos usuários, melhores serviços prestados e interações positivas e produtivas. Recomendações e sugestões de melhoria junto a Divisão de Gestão de Pessoas do Hospital das Clínicas de Pernambuco integram este trabalho.



  • Mostrar Abstract
  • Os gestores e colaboradores dos hospitais públicos assim como das demais organizações, precisam estar motivados para melhor desempenharem suas funções, e que os objetivos institucionais sejam atingidos com efetividade na prestação de serviços. Assim, sob o olhar do clima organizacional, sendo um dos indicadores significativos das relações interpessoais dentro de uma organização, possui grande relevância para alinhar as necessidades e objetivos individuais dos colaboradores, e conhecer as reais necessidades do ambiente de trabalho. O estudo teve como objetivo descrever, sob a luz da ergonomia organizacional, como o ambiente de trabalho afeta os profissionais de enfermagem lotados na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas de Pernambuco. A pesquisa de campo teve caráter exploratório, analítico, qualitativo com grupo focal.  O estudo foi realizado na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas de Pernambuco. A população foi representada pelos profissionais de saúde deste hospital, teve como amostra os profissionais de enfermagem da Unidade Neonatal: técnicos de enfermagem e enfermeiros. Os resultados apresentados mostraram que apesar da superlotação dos leitos e das demandas o ambiente organizacional mostrou-se favorável ao desempenho e satisfação profissional. Concluiu-se que é importante a existência de um ambiente favorável para se obter um bom desempenho, satisfação dos usuários, melhores serviços prestados e interações positivas e produtivas. Recomendações e sugestões de melhoria junto a Divisão de Gestão de Pessoas do Hospital das Clínicas de Pernambuco integram este trabalho.


5
  • ANDRE LUIS DA COSTA BEZERRA CAVALCANTI
  • Discussão sobre ações e dispositivos legais que se relacionam com a acessibilidade informacional e comunicacional em IES, com foco na pessoa cega e na pessoa surda


  • Orientador : LAURA BEZERRA MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CHRISTIANNE SOARES FALCÃO
  • LAURA BEZERRA MARTINS
  • LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • Data: 18/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os campi universitários apresentam-se como estruturas morfologicamente complexas, haja vista que o trânsito de pessoas em seus ambientes e a diversidade de possibilidades oferecidas por meio de sua natureza diversa os faz assemelharem-se à uma cidade em miniatura. Desta forma, para garantir o direito universal à educação, estes locais devem proporcionar acessibilidade informacional adequada à livre circulação dos indivíduos por seus espaços com eficiência e segurança. É sabido que o processo de orientação espacial humano constitui-se a partir da combinação de fatores como: legibilidade ambiental, informações adicionais neles contidas e da capacidade individual dos sujeitos em interpretá-las por meio das suas percepções e cognições. Assim, este trabalho pretende, por meio de uma pesquisa bibliográfica atravessada por teorias multidisciplinares, fornecer diretrizes para elaboração de uma sinalização adequada às necessidades deste grupo social. A presente pesquisa incursou em  agendas legislacionais, orientações teóricas, além de uma gama de conceitos que fulguram uma linha social temporal, motivada a incluir sujeitos com deficiência no processo de acessibilidade informacional em ambientes de ensino superior no Brasil. Nesse sentido, este trabalho concluiu que a acessibilidade informacional é indispensável à garantia da educação como direito fundamental. Para tanto, faz-se necessário que os ambientes universitários forneçam elementos informativos e sensoriais capazes de serem interpretados por pessoas com deficiência.



  • Mostrar Abstract
  • Os campi universitários apresentam-se como estruturas morfologicamente complexas, haja vista que o trânsito de pessoas em seus ambientes e a diversidade de possibilidades oferecidas por meio de sua natureza diversa os faz assemelharem-se à uma cidade em miniatura. Desta forma, para garantir o direito universal à educação, estes locais devem proporcionar acessibilidade informacional adequada à livre circulação dos indivíduos por seus espaços com eficiência e segurança. É sabido que o processo de orientação espacial humano constitui-se a partir da combinação de fatores como: legibilidade ambiental, informações adicionais neles contidas e da capacidade individual dos sujeitos em interpretá-las por meio das suas percepções e cognições. Assim, este trabalho pretende, por meio de uma pesquisa bibliográfica atravessada por teorias multidisciplinares, fornecer diretrizes para elaboração de uma sinalização adequada às necessidades deste grupo social. A presente pesquisa incursou em  agendas legislacionais, orientações teóricas, além de uma gama de conceitos que fulguram uma linha social temporal, motivada a incluir sujeitos com deficiência no processo de acessibilidade informacional em ambientes de ensino superior no Brasil. Nesse sentido, este trabalho concluiu que a acessibilidade informacional é indispensável à garantia da educação como direito fundamental. Para tanto, faz-se necessário que os ambientes universitários forneçam elementos informativos e sensoriais capazes de serem interpretados por pessoas com deficiência.


6
  • ILAINE MARIA DA CONCEICAO DOS SANTOS
  • CONDIÇÕES ERGONÔMICAS E LEIAUTE INFLUENTES NA SATISFAÇÃO COM ESPAÇO LABORAL DE SERVIDORES PÚBLICOS: CASO DAS SECRETARIAS DO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DA UFPE

  • Orientador : LAURA BEZERRA MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CHRISTIANNE SOARES FALCÃO
  • LAURA BEZERRA MARTINS
  • LOURIVAL LOPES COSTA FILHO
  • Data: 18/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa teve como objetivo verificar quais os fatores ambientais e de leiaute influenciam na satisfação e o nível de satisfação em cada uma delas dos servidores técnico administrativos do Centro de Ciências Exatas e da Natureza da Universidade Federal de Pernambuco, que atuam em Secretarias. Para isso, foram analisadas ergonomicamente oito espaços de trabalho de secretarias. A revisão de literatura aponta elementos da satisfação no trabalho ligados a questões salariais, as atividades exercidas, relacionamento entre colegas e superiores, ambiente físico, entre outras. Estas questões podem ser mais ou menos influentes conforme a cultura e individualidade dos trabalhadores. Os estudos de casos foram realizados conforme parte da abordagem sistêmica da Metodologia Ergonômica de Avaliação do Espaço Construído – MEAC (VILLAROUCO, 2008) que faz a análise físico-espacial combinada com o uso de ferramentas de identificação da percepção. Neste estudo foram utilizadas as ferramentas Constelação de Atributos (MOLES,1968), Seleção Visual (SANOFF, 2000) para tratar as questões de leiaute e a satisfação com o ambiente foi investigada através de um questionário de satisfação baseado no Bossa Time Lapse, adaptado por (Ghosn, 2019). A pesquisa contou com uma amostra de 12 participantes de um total de 38 possíveis. Os resultados apontaram que os fatores com mais influência na satisfação com o ambiente foram as questões relacionadas a equipamentos de trabalho, instalações e infraestrutura, organização, armazenamento de arquivo e limpeza. Em relação ao leiaute, houve preferência pelo leiaute aberto compartilhado por até três pessoas, seguido da preferência pelo leiaute privado. Assim, as influências que permeiam a satisfação dos trabalhadores dos estudos de caso estão relacionadas a fatores de ordem prática e do dia a dia que através diagnostico e recomendações de melhorias das questões interferem na satisfação, podem gerar benefícios para o indivíduo e a instituição. 



  • Mostrar Abstract
  • A presente pesquisa teve como objetivo verificar quais os fatores ambientais e de leiaute influenciam na satisfação e o nível de satisfação em cada uma delas dos servidores técnico administrativos do Centro de Ciências Exatas e da Natureza da Universidade Federal de Pernambuco, que atuam em Secretarias. Para isso, foram analisadas ergonomicamente oito espaços de trabalho de secretarias. A revisão de literatura aponta elementos da satisfação no trabalho ligados a questões salariais, as atividades exercidas, relacionamento entre colegas e superiores, ambiente físico, entre outras. Estas questões podem ser mais ou menos influentes conforme a cultura e individualidade dos trabalhadores. Os estudos de casos foram realizados conforme parte da abordagem sistêmica da Metodologia Ergonômica de Avaliação do Espaço Construído – MEAC (VILLAROUCO, 2008) que faz a análise físico-espacial combinada com o uso de ferramentas de identificação da percepção. Neste estudo foram utilizadas as ferramentas Constelação de Atributos (MOLES,1968), Seleção Visual (SANOFF, 2000) para tratar as questões de leiaute e a satisfação com o ambiente foi investigada através de um questionário de satisfação baseado no Bossa Time Lapse, adaptado por (Ghosn, 2019). A pesquisa contou com uma amostra de 12 participantes de um total de 38 possíveis. Os resultados apontaram que os fatores com mais influência na satisfação com o ambiente foram as questões relacionadas a equipamentos de trabalho, instalações e infraestrutura, organização, armazenamento de arquivo e limpeza. Em relação ao leiaute, houve preferência pelo leiaute aberto compartilhado por até três pessoas, seguido da preferência pelo leiaute privado. Assim, as influências que permeiam a satisfação dos trabalhadores dos estudos de caso estão relacionadas a fatores de ordem prática e do dia a dia que através diagnostico e recomendações de melhorias das questões interferem na satisfação, podem gerar benefícios para o indivíduo e a instituição. 


7
  • DANIEL VENEGAS CARNEIRO
  • ANÁLISE DE DIRETRIZES DE USABILIDADE APLICÁVEIS A PORTAIS A PARTIR DA PERCEPÇÃO DA EQUIPE DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

  • Orientador : ANGELICA DE SOUZA GALDINO ACIOLY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANGELICA DE SOUZA GALDINO ACIOLY
  • JOSÉ GUILHERME DA SILVA SANTA ROSA
  • WALTER FRANKLIN MARQUES CORREIA
  • HELDA OLIVEIRA BARROS
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A quantidade de informação disponível na web traz inúmeros desafios para os
    usuários e desenvolvedores de sistemas de informação. Entre estes desafios
    está a dificuldade de se encontrar o conteúdo desejado em tempo razoável,
    para que não ocorra a desistência da tarefa. Este processo necessita o uso de
    energia mental dos usuários. Para minimizar esta carga cognitiva, facilitando a
    localização do conteúdo desejado, é recomendado aos designers e
    desenvolvedores de sistemas seguir diretrizes de usabilidade e aplicar métodos
    de avaliação de usabilidade. Dentre os processos de atualização de um portal,
    uma das etapas mais importantes e que causam um impacto direto na
    usabilidade, é a atualização do sistema de navegação e seus itens
    complementares, pois são essenciais para a localização do conteúdo. A
    atualização deste sistema necessita de um planejamento criterioso para que
    atenda aos interesses da instituição e principalmente dos seus usuários,
    requerendo conhecimento multidisciplinar que envolve as áreas de ergonomia,
    interação humano-computador e arquitetura da informação. A boa usabilidade
    dos portais de informação depende também do contexto de uso inserido, para
    que seja adequada ao público-alvo definido pela instituição. Em grandes portais
    como os de instituições de ensino superior, a enorme quantidade de
    informação oferecida e o amplo público-alvo, tem se mostrado aspectos
    constantes. Entre os métodos disponíveis para avaliação de usabilidade, o uso
    de Checklist, mostra-se como uma opção viável para os desenvolvedores e
    designers de interfaces. A equipe responsável pela atualização, incluindo
    arquitetos da informação, designers e desenvolvedores, devem estar cientes das diretrizes de usabilidade aplicáveis e o seu contexto de uso. Neste sentido, a comparação das diferentes percepções entre os membros da equipe sobre as diretrizes de usabilidade pressupõem um melhor entendimento, e consequentemente, um melhor planejamento do processo e sua aplicação. Os resultados demonstram a relevância do uso das diretrizes, bem como identificam erros de usabilidade a serem corrigidos pela equipe responsável pelo portal.


  • Mostrar Abstract
  • A quantidade de informação disponível na web traz inúmeros desafios para os
    usuários e desenvolvedores de sistemas de informação. Entre estes desafios
    está a dificuldade de se encontrar o conteúdo desejado em tempo razoável,
    para que não ocorra a desistência da tarefa. Este processo necessita o uso de
    energia mental dos usuários. Para minimizar esta carga cognitiva, facilitando a
    localização do conteúdo desejado, é recomendado aos designers e
    desenvolvedores de sistemas seguir diretrizes de usabilidade e aplicar métodos
    de avaliação de usabilidade. Dentre os processos de atualização de um portal,
    uma das etapas mais importantes e que causam um impacto direto na
    usabilidade, é a atualização do sistema de navegação e seus itens
    complementares, pois são essenciais para a localização do conteúdo. A
    atualização deste sistema necessita de um planejamento criterioso para que
    atenda aos interesses da instituição e principalmente dos seus usuários,
    requerendo conhecimento multidisciplinar que envolve as áreas de ergonomia,
    interação humano-computador e arquitetura da informação. A boa usabilidade
    dos portais de informação depende também do contexto de uso inserido, para
    que seja adequada ao público-alvo definido pela instituição. Em grandes portais
    como os de instituições de ensino superior, a enorme quantidade de
    informação oferecida e o amplo público-alvo, tem se mostrado aspectos
    constantes. Entre os métodos disponíveis para avaliação de usabilidade, o uso
    de Checklist, mostra-se como uma opção viável para os desenvolvedores e
    designers de interfaces. A equipe responsável pela atualização, incluindo
    arquitetos da informação, designers e desenvolvedores, devem estar cientes das diretrizes de usabilidade aplicáveis e o seu contexto de uso. Neste sentido, a comparação das diferentes percepções entre os membros da equipe sobre as diretrizes de usabilidade pressupõem um melhor entendimento, e consequentemente, um melhor planejamento do processo e sua aplicação. Os resultados demonstram a relevância do uso das diretrizes, bem como identificam erros de usabilidade a serem corrigidos pela equipe responsável pelo portal.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01