PPGCO PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM COMUNICACAO - CAC DEPARTAMENTO DE COMUNICACAO SOCIAL - CAC Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: MICHELE WADJA DA SILVA FARIAS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MICHELE WADJA DA SILVA FARIAS
DATA : 20/06/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência Via Google Meet (Pandemia Covid19)
TÍTULO:

NAS ONDAS CURTAS DO COSMOPOLITISMO: Programa Casé e as origens do rádio comercial brasileiro.


PALAVRAS-CHAVES:

Programa Casé; rádio; cosmopolitismo; história do Rádio; cultura de fãs.


PÁGINAS: 200
RESUMO:

A tese investiga de que forma o Programa Casé (1932-1951) tornou-se símbolo de uma programação radiofônica moderna e inovadora, nas décadas de 1930 e 1940. Nosso corpus foi composto por referências bibliográficas, audiovisuais, entrevistas com artistas e cantores da época, além do acervo digital da Biblioteca Nacional, das Revistas Fon-Fon, O Malho e dos jornais O Paiz e Correio da Manhã. A partir da interdisciplinaridade com a História, utilizamos o método qualititativo do estudo de caso, que dialoga com o procedimento metodológico da micro-história. A análise do nosso corpus foi constituída pelo procedimento teórico-metodológico do “paradigma indiciário”, do historiador italiano, Carlo Ginzburg. Nesta perspectiva, analisamos a metodização e a estruturação de práticas voltadas para a profissionalização dos artistas da época, implementadas pelo programa, a exemplo do pagamento de cachês e do contrato de exclusividade para todos eles. A pesquisa analisa, ainda, o destaque concedido pelo programa à produção musical nacional, até então, marginalizada por ter sido, predominantemente, produzida por negros e migrantes, no início do século XX. Além disso, abordadamos de que forma o programa foi pioneiro na implementação de técnicas radiofônicas, inspiradas em emissoras do exterior, tais como a sonoplastia, os primeiros comerciais, o radioteatro e a introdução da música de fundo. A partir da experiência de escuta da programação estrangeira, em ondas curtas, vivenciada pelo criador do programa brasileiro, Ademar Casé, investigamos o referido Programa como um cenário que aponta para uma abertura cosmopolita, inserida em uma experiência global de radiofonia, com ênfase nos atrativos radiofônicos criados nos Estados Unidos. Neste contexto, a tese, de forma inédita, revela a relação cosmopolita, de semelhanças e diferenças, entre o Programa Casé e o programa The All-Negro Hour (1929-1935), de Chicago. Ambos foram pioneiros na propositura de uma programação popular voltada para a inovação e veiculação de gêneros musicais considerados “inadequados” por parte da sociedade, tais como: o jazz e o Blues, nos Estados Unidos; o samba e as emboladas, no Brasil. Entre os resultados desta análise, destacamos que as práticas e experiências vivenciadas no Programa Casé foram atravessadas por noções de cosmopolitismo no cotidiano. Essa investigação abrangre ainda a identificação de padrões de comportamentos que trazem evidências de uma nascente cultura de fãs, também permeada pela influência estadunidense, na origem do rádio brasileiro e, especialmente, no Programa Casé. 


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - Sônia Virgínia Moreira
Externa à Instituição - ADRIANA DA ROSA AMARAL
Interna - 1134091 - ANGELA FREIRE PRYSTHON
Interna - 3091531 - SOFIA CAVALCANTI ZANFORLIN
Presidente - 2322090 - THIAGO SOARES
Notícia cadastrada em: 17/05/2022 08:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01