Banca de DEFESA: MARCELO VICTOR JOSE DE BARROS RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO VICTOR JOSE DE BARROS RIBEIRO
DATA : 27/05/2022
HORA: 10:00
LOCAL: Online
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DOS DETERMINANTES DOS NÍVEIS DE MATURIDADE DE
GERENCIAMENTO DE RISCOS DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS


PALAVRAS-CHAVES:

Gerenciamento de riscos, Framework COSO-ERM 2017, Municípios
Brasileiros.


PÁGINAS: 30
RESUMO:

A presente tese teve o objetivo de avaliar os determinantes dos níveis de maturidade de
gerenciamento de riscos dos municípios brasileiros com mais de 50.000 habitantes. Para
alcançar os resultados pretendidos foi enviado um questionário, subdividido em duas partes,
para 207 municípios. A primeira parte tinha o propósito de se conhecer o perfil do gestor
respondente, em relação ao seu tempo de contratação, tempo desempenhado na função atual,
formação acadêmica e nível de escolaridade. Já a segunda parte, composta por 20 questões e
formatado na escala likert, tinha por objetivo a verificação da aderência dos municípios às
premissas do framework COSO-ERM 2017. Os scores foram comparados com variáveis
socioeconômicas, a saber, riqueza dos municípios (PIB), performance (IFGF), dependência
financeira (IDF), população e perfil do gestor, e através de uma regressão linear multivariada,
verificou-se os determinantes do nível de maturidade de gerenciamento de riscos dos
municípios analisados. A aderência dos municípios às premissas do framework COSO-ERM
2017 indicou que para o item "Governança e Cultura", 33,14% ficaram na área de discordância,
9,37% neutros e 57,49% concordantes. Em relação a "Estratégia e Definição de Objetivos",
32,61% encontram-se em área de discordância, 12,20% neutros e 55,19% aderentes. No que
tange "Desempenho", 42,13% ficaram em área de discordância, 15,85% neutros e 42,03% em
área de concordância. Em relação a "Revisão", 38,16% estão em área de discordância, 14,50%
neutros e 47,34% aderentes. No que tange "Informação, comunicação e reporte" 66,83% das
entidades municipais aderem 

ao que dispõe o framework, 23,67% estão em área de discordância
e 9,50% estão neutros. De forma geral, se forem considerados o somatório das áreas de
discordância (AD) e neutros (N), verificou-se que 46,23% dos municípios brasileiros ainda não
atendem aos princípios do COSO. Em relação ao score do nível de maturidade de
gerenciamento de riscos, a região sudeste obteve 26 municípios com score avançado, 30
intermediários, 25 básicos e 1 inicial. Já a região nordeste dispôs de 25 municípios com
pontuação “avançado”, 17 “intermediário”, 10 básicos e 2 iniciais. A região sul com 13
avançados, 21 intermediários, 13 básicos. A região norte obteve 3 municípios avançados, 6
intermediários e 3 básicos. O centro-oeste obteve 9 municípios “intermediários” e 3 “básicos”.
Em seguida, foram investigados, através de regressão linear multivariada, os possíveis
determinantes do nível de maturidade de gerenciamento de riscos dos municípios. Os resultados
apontam que o índice de dependência financeira está relacionado ao nível de maturidade de GR.
Estima-se que um aumento de 10% no IDF provoca um acréscimo de 3,38 pontos no score.
Ademais, a formação acadêmica em direito se correlacionou positivamente com o score
enquanto a formação acadêmica em administração de forma negativa. Como principais
limitações, aponta-se o fato de a análise ter sido feita a partir da auto avaliação dos gestores.
Sugerem-se como pesquisas futuras, a realização de entrevistas e utilização de outros dados
secundários, tais como relatórios de auditoria intern e externa, a fim de avaliar se os municípios, de fato, adotam práticas de gerenciamento de riscos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1171015 - FRANCISCO DE SOUSA RAMOS
Presidente - 1133718 - JERONYMO JOSE LIBONATI
Externo à Instituição - JOSE RAIMUNDO DE OLIVEIRA VERGOLINO
Interno - 1666902 - LUIZ CARLOS MARQUES DOS ANJOS
Interno - 2132506 - LUIZ CARLOS MIRANDA
Notícia cadastrada em: 12/05/2022 11:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02