Banca de DEFESA: LUANA LEITE PEREIRA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUANA LEITE PEREIRA DOS SANTOS
DATA : 26/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Online
TÍTULO:

JUSTIÇA ATUARIAL: VISÃO DOS PROFESSORES DA UNIVERSIDADE

FEDERAL DE PERNAMBUCO


PALAVRAS-CHAVES:

Justiça Atuarial; Quantificação de risco; Previdência; Indústria de seguros;
Compartilhamento de informação


PÁGINAS: 81
RESUMO:

Sendo a ciência contábil a ciência da produção de informação a nível patrimonial, econômico,
e financeiro, que possa subsidiar a tomada de decisão, e levando em consideração que as
ciências sociais se valem de princípios comportamentais para estudar determinados fenômenos,
o presente estudo objetivou identificar a visão dos professores da Universidade Federal de
Pernambuco acerca do tema de justiça atuarial. Em linhas gerais, justiça atuarial propõe que as
pessoas (indivíduos e organizações) numa relação de contratos que envolva riscos arquem
proporcionalmente com cada risco a que estão expostos. Foi inquerido acerca da opinião sobre
temas como a idade mínima para aposentadoria diferente para homens e mulheres, preço do
seguro automotivo com base em sexo, valor da mensalidade de plano de saúde com base em
sexo, se consideram os seguros pay per use justos, e por fim tópicos diversos sobre o
compartilhamento de informação com seguradoras. Além disso eles foram questionados a
respeito de seus respectivos sexos, idade, renda, área de formação e contratos de seguros que
possuem, a fim de associar esses traços de perfis com as questões sobre seus pontos de vista.
Foram aplicados 600 questionários com os professores através de seus e-mails, dos quais 422
obtiveram respostas válidas para fins de observação. Além da análise descritiva dos dados,

foram aplicados testes qui-quadrado de Pearson, teste exato de Fisher, teste U de Mann-
Whitney, e o Kruskal-Wallis, utilizando os softwares Microsoft Excel® e IBM SPSS® versão

25. Entre os principais resultados, observou-se que a maioria dos indivíduos (56%) concordam
com a igualdade dos sexos na idade mínima para aposentadoria, e que não há diferença
significativa entre homens e mulheres nessa opinião. O estudo também identificou que 51%
desses professores acreditam que o preço do seguro automotivo deveria ser igual para ambos
os sexos, mesmo sendo indicado que mulheres sofrem menos acidentes de trânsito em relação
aos homens, o que vai de encontro ao conceito de justiça atuarial, uma vez que de acordo com
essa informação dada os homens correm mais riscos que as mulheres nesse sentido, e, portanto,
deveriam arcar com prêmios maiores no seguro automotivo. Nesse mesmo sentido foi
identificado que 91% dos professores concordaram com uma mensalidade de plano de saúde
igual para ambos os

os sexos, mesmo sendo informado que as mulheres se consultam com mais
frequência que os homens. Por fim, identificou-se que, dos 11 tipos de informações elencadas
para compor a formação do preço de plano de saúde, em média os indivíduos estariam dispostos
a compartilhar aproximadamente 4, sendo idade a que possui maior concordância (73%), e
informações genéticas a que possui maior aversão (58%). Dentre todas as opções listadas para
seguradoras de automóvel, localização em tempo real é a que os indivíduos têm maior aversão
a compartilhar (75%), enquanto o histórico de multas é a que possui maior concordância (86%)
com o compartilhamento. Existe uma lacuna de 5% de indivíduos que se mantém neutros, sem
aceitar compartilhar nenhuma informação, mas também não rejeitando nenhuma delas,
enquanto 3% deles aceitariam informar todos os itens elencados. Também foi identificado que
existe associação entre o fato de o indivíduo possuir seguro automotivo e as opções de
informações elencadas para compartilhamento, havendo maior concordância, mas, ao mesmo
tempo maior aversão, em média, do que os professores que não possuem seguro automotivo.
Além disso foi observado que quanto mais contratos de seguros os indivíduos possuem, mais
informações em média eles estão dispostos a compartilhar tanto com seguradoras de automóveis
quanto com operadoras de planos de saúde. Como sugestão para estudos futuros indica-se
aumentar a variedade de perfis de indivíduos a fim de reduzir a uniformidade de fatores como
profissão, renda, estabilidade no mercado de trabalho, entre outros.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2680428 - FILIPE COSTA DE SOUZA
Externo à Instituição - ROMMEL DE SANTANA FREIRE - UFPB
Interno - 2623846 - WILTON BERNARDINO DA SILVA
Notícia cadastrada em: 19/08/2021 15:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02