Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA LÚCIA TAVARES DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA LÚCIA TAVARES DE OLIVEIRA
DATA : 27/05/2022
LOCAL: Sala virtual
TÍTULO:

PRÁTICAS CULTURAIS DA MESTRA JOANA CAVALCANTE E DO MARACATU BAQUE MULHER: fontes informacionais para disseminar a cultura afro-brasileira


PALAVRAS-CHAVES:

Mestra Joana Cavalcante. Maracatu Baque Mulher. Feministas do Baque Virado. Cultura afro-brasileira. Práticas culturais


PÁGINAS: 305
RESUMO:

O estudo parte da seguinte pergunta: como as práticas culturais da Mestra Joana Cavalcante e do Maracatu Baque Mulher contribuem como fontes informacionais para disseminar a cultura afro-brasileira? Tem como objetivo geral analisar as práticas culturais da Mestra Joana Cavalcante e do Maracatu Baque Mulher, compreendendo-as como disseminadoras da informação, contexto de alargamento dos fatos memorialísticos e identitários da cultura afro-brasileira à luz do fortalecimento e visibilidade das narrativas femininas. Propõe como objetivos específicos: mapear as práticas culturais e informacionais da Mestra e do movimento pesquisado que dissemina a cultura afro-brasileira em Recife; teorizar essas práticas e analisá-las como fontes informacionais para salvaguardar a memória e identidade das manifestações culturais afro-brasileiras em Recife. A exposição como relato para qualificação é dividida em oito capítulos, sendo o primeiro a introdução e o oitavo as considerações finais. Investiga, portanto, as práticas culturais da Mestra Joana Cavalcante e do Maracatu Baque Mulher, partindo de uma perspectiva de gênero e raça, considerando-se a interseccionalidade. O segundo capítulo descreve os procedimentos metodológicos. O terceiro capítulo, tem como título “Quadro teórico-conceitual de referência e elementos conjunturais”. Também, é parte desse capítulo descrever a trajetória da Mestra Joana Cavalcante na perspectiva da resistência, protagonismo feminino, representatividade da mulher negra e candomblecista no Maracatu de Baque Virado, com fins de embasar teoricamente a tese. O quarto capítulo, intitulado “Maracatu Baque Mulher: disseminando fatos memorialísticos e identitários da cultura afro-brasileira à luz das narrativas e práticas culturais das mulheres”. O quinto capítulo, titulado “Maracatu de Baque Virado: trajetória dos maracatus da Região Metropolitana do Recife-PE”, especificamente da Nação do Maracatu Encanto do Pina. O sexto capítulo apresenta a analisa dos dados a partir das narrativas das entrevistadas. O sétimo capítulo o cronograma das atividades de pesquisa. Por fim as considerações finais. Além dos capítulos, constam no trabalho apêndices e anexos. Vale ressaltar que o apêndice C, apresenta o glossário elaborado a partir das narrativas recolhidas nas entrevistas. A trajetória do Maracatu Baque Mulher será constituída por meio dos relatos orais fornecidos pela Mestra Joana Cavalcante, representando a Região Nordeste e 31 mulheres que integram os grupos filiais desse movimento de empoderamento feminino, localizados nas cinco regiões do Brasil. Parte da compreensão teórica que as mulheres componentes do movimento analisado são disseminadoras da informação. Utiliza a História Oral de Vida como método para a realização das entrevistas que podem testemunhar sobre acontecimentos, modos de vida ou outros aspectos da história contemporânea em alusão ao objeto de estudo. Aplica a técnica da observação participante, por promover a investigação social numa perspectiva de interação. Verifica a participação ativa das mulheres nas expressões artísticas e culturais, com vistas a ampliar e fortalecer as discussões sobre a cultura afro-brasileira em Recife, um fenômeno social que precisa ser compreendido no horizonte que aponta para a diversidade cultural, permitindo discussões de gênero


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDVALDO CARVALHO ALVES - UFPB
Externa à Instituição - BERNARDINA MARIA JUVENAL FREIRE DE OLIVEIRA - UFPB
Externa ao Programa - 2680334 - CELLY DE BRITO LIMA
Interno - 1707921 - HELIO MARCIO PAJEU
Presidente - 437.229.549-91 - LEILAH SANTIAGO BUFREM - UFPB
Notícia cadastrada em: 25/05/2022 17:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01