Banca de QUALIFICAÇÃO: MAURICIO FONSECA DE AGUIAR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MAURICIO FONSECA DE AGUIAR
DATA : 07/06/2022
LOCAL: Por video conferencia
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE MATERIAIS COMPÓSITOS BASEADOS EM POLÍMEROS CONDUTORES PARA REMEDIAÇÃO AMBIENTAL E SENSOR DE DEFORMAÇÃO.


PALAVRAS-CHAVES:

Polipirrol; Luffa cylindrica; SBS; Compósitos; Remediação ambiental; Sensor de deformação.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

No presente trabalho foram discutidos a síntese e caracterização de materiais
compósitos resultantes do recobrimento do biopolímero Luffa cylindrica (LC) e do
elastômero SBS (copolímero de estireno-butadieno-estireno) com o polímero
condutor polipirrol (PPi) através da polimerização química in situ do monômero pirrol.
Um primeiro estudo, foi realizado o estudo do compósito Luffa
cylindrica/Polipirrol (LC/PPi) na remoção de corantes de meios aquosos, enquanto
que os filmes de SBS/Polipirrol (SBS/PPi) foram avaliados quanto ao potencial de
aplicação no sensoriamento de deformação. Durante este trabalho foram utilizadas
as seguintes técnicas de caracterização: espectroscopia de absorção no
infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR), espectroscopia de absorção no
ultravioleta-visível (UV-Vis), ângulo de contato, microscopia eletrônica de varredura
(MEV), ensaio de tração e curva corrente vs voltagem (I-V) obtida pela técnica de
duas pontas. A fim de otimizar o processo adsortivo do corante tartrazina pela
LC/PPi foram avaliados os seguintes parâmetros: tempo de polimerização do
pirrol, pH do meio, tempo de interação da tartrazina e da LC/PPi, efeito da
concentração inicial do corante, temperatura da solução e reutilização do
adsorvente. A maior capacidade de adsorção (q e ) da tartrazina foi obtida para o
compósito com 30 minutos de polimerização e submetido ao pH 2,0. A partir dos
estudos cinéticos e isotermas de adsorção, foram determinados um tempo de
equilíbrio de 360 min e uma q e máxima de 374.2 mg.g -1 para a temperatura
ambiente. Além disto, verificou-se que os modelos de pseudo-segunda ordem (PSO)
e isoterma de Langmuir melhor descrevem a cinética e isoterma de adsorção,
respectivamente. Com relação à termodinâmica, verificou-se que a adsorção é um
processo espontâneo, endotérmico e atingiu uma máxima q e de 672.4 mg.g -1 para
313 K. Já para a reutilização, a LC/PPi dessorve 80% da tartrazina em 20 min e
pode ser utilizada em pelo menos 5 ciclos de adsorção/dessorção sem perda
significativa das suas propriedades. Por fim, a LC/PPi também se mostrou um
material promissor para a captura dos corantes Remazol Black B, azul de metileno e
azul de toluidina. Já no que se refere ao uso dos filmes compósitos de SBS/PPi, foi
possível verificar a o recobrimento do elastômero com uma camada homogênea de
PPi, permanecendo o caráter elastomérico dos filmes, o qual apresentou um alongamento de 819,6% ± 33,4%. Além disto, o compósito se mostrou bastante promissor para a aplicação do sensoriamento de deformação, visto que foi observado uma razão da variação da resistência elétrica com relação a resistência do filme não tracionado (ΔR/R 0 ) na ordem de 8500 para um alongamento de 100%.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1810494 - KLEBER GONCALVES BEZERRA ALVES
Interno - 2154866 - TIAGO FELIPE DE ABREU SANTOS
Externo à Instituição - HELINANDO PEQUENO DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 16/05/2022 17:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02