Banca de DEFESA: JULIANNA DE LEMOS SANTANA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIANNA DE LEMOS SANTANA
DATA : 30/11/2022
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/bkm-doxd-ggn
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DAS ALTERAÇÕES MORFOLÓGICAS E EFEITOS GENOTÓXICOS EM CRUSTÁCEOS DA INFRAORDEM BRACHYURA EXPOSTOS A SEDIMENTOS CONTAMINADOS POR HIDROCARBONETOS POLICÍCLICOS AROMÁTICOS, ORGANOCLORADOS E METAIS TRAÇO EM AMBIENTES RECIFAIS


PALAVRAS-CHAVES:

bentos; decapoda; contaminação; poluição marinha; genotoxicidade


PÁGINAS: 90
RESUMO:

O presente estudo teve como objetivo realizar uma análise comparativa da contaminação do sedimento por Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs), os compostos Organoclorados (OCs) e Metais Traço (MTs) e os efeitos destes compostos a saúde de braquiúros em quatro ambientes recifais de Alagoas e Pernambuco. Os impactos crônicos das áreas foram levados em consideração, como lançamento de esgoto, turismo intenso ou proximidade de rios que cortam regiões com usinas de cana de açúcar. Foram realizadas coletas trimestrais, entre Fevereiro/2019 e Fevereiro/2020 em quatro áreas recifais no nordeste do Brasil, sendo duas áreas em Alagoas: Ponta Verde – Maceió  e Pontal do Coruripe – Coruripe e duas áreas no estado de Pernambuco: Gaibú – Cabo de Santo Agostinho, Praia dos Carneiros – Tamandaré. Foi capturado manualmente o maior número de caranguejos de duas espécies (Pachygrapsus transversus e Eriphia gonagra) durante duas horas. Os animais foram encaminhados vivos ao laboratório, onde foi realizada a punção da hemolinfa com uma seringa com solução anticoagulante, na articulação de um dos pereópodos. As células da hemolinfa foram analisadas quando a presença de células micronucleadas, que são indicadoras de estresse ambiental em potencial. Também foram coletadas amostras de sedimento para análise em laboratório, em formas de alumínio e sacos plásticos previamente limpos. Estas amostras foram transportadas em caixa térmica contendo gelo e armazenadas em freezer até o momento das análises. Em laboratório, foi realizada a extração de HPAs e OCs das amostras de sedimento. As análises de metais foram realizadas em amostras de sedimentos através da digestão ácida, e a identificação por espectrometria de massas com plasma indutivamente acoplado. Durante o andamento do presente estudo, a partir do fim do mês de Agosto de 2019, foram observadas manchas com toneladas de óleo bruto em praias e estuários do nordeste e parte do sudeste brasileiro. Assim, a pesquisa apresenta dados anteriores ao derramamento de óleo e uma área que se manteve livre dos impactos relacionados ao óleo (Ponta Verde) para as análises comparativas. Como resultados, o estudo registrou alterações populacionais relacionadas a razão sexual da espécie Pachygrapsus transversus nas áreas atingidas pelo óleo e no tamanho dos espécimes desta espécie nas áreas com impactos crônicos de pisoteio (Ponta Verde). Para Eriphia gonagra, por outro lado, foram encontrados espécimes oleados e com alterações morfológicas após o derramamento de óleo. As frequências de células micronucleadas de ambas as espécies aumentaram significativamente em todas as áreas afetadas. Os dados de contaminação de HPA e OCs estão fortemente relacionados com essas alterações genotóxicas e morfológicas, indicando que o derramamento de óleo em si, e os impactos crônicos como aporte de pesticidas organoclorados através de rios, ou até aspectos sinérgicos destes contaminantes com outros, podem causar efeitos subletais as espécies que vivem expostas a variados impactos antrópicos. Além de gerar subsídios para ações de educação ambiental e dados sobre como as ações humanas afetam os organismos marinhos, espera-se que estes resultados ajudem a compreender como as espécies reagem a estes e outros estresses ambientais, não só na costa brasileira, mas em todo o planeta.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1999153 - JESSER FIDELIS DE SOUZA FILHO
Interno - 1778982 - GILVAN TAKESHI YOGUI
Externo ao Programa - 2154667 - ALEXANDRE OLIVEIRA DE ALMEIDA - UFPEExterno ao Programa - 1551332 - PAULO SERGIO MARTINS DE CARVALHO - UFPEExterna à Instituição - MARINA DE SA LEITAO CAMARA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 17/11/2022 12:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10.ufpe.br.sigaa10