Banca de DEFESA: RAFAEL ABDUL KHALEK DE ALCANTARA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAEL ABDUL KHALEK DE ALCANTARA
DATA : 29/11/2921
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/bgm-kiyc-kev
TÍTULO:

Estudo da assembleia de peixes do Arquipélago de São Pedro e São Paulo com o uso de Estação Remota de Vídeo Subaquático com Isca (BRUVS) 


PALAVRAS-CHAVES:

...


PÁGINAS: 100
RESUMO:

Um total de 35 lançamentos de Estações de vídeo subaquáticas com iscas (BRUVS) foram realizadas no Arquipálago de São Pedro e São Paulo (ASPSP), um aquipélago localizado no meio do Oceano Atlântico, para avaliar a abundância, diversidade e comparar a distribuição espacial da comunidade local de peixes, e também, descrever preliminarmente o comportamento dos elasmobrânquios. Cerca de 2700 minutos de vídeos foram grvaados em águas até 30 metros de profundidade. 2,991 inidívus foram gravados, pertencentes a 6 ordens, 10 famílias, 19 espécies. 4 espécies de elasmobrânquios e 15 de teleósteos foram registradas. O cmportamento dos elasmobrânquios foram caracterizados de acordo com a distância que se encontravam do BRUVS, também outros comportamentos foram adicionados e descritos. Análises multivariadas indicaram diferente uso da área entre as espécies de peixes do lado oeste e leste. Segregação interespecífica entre elasmobrânquios C. falciformis e C. galapagensis foi visualizada, além de uma provável segregação sexual intraespecífica para C. falciformis. Comportamentos foram gravados e registrados em fotos. O comportamento de cautela foi predominante nos elasmobrânquios. Os números de notas de comportamento mostram como é possível explorar e entender comportamentos usando o BRUVS. Embora, ainda existam lacunas sobre o comportamento de peixes em meio selvagem e gravações tenham sido recentemente popularizadas. BRUVS desenpenharam satisfatoriamente e podem ser implementados como método de monitoramento contínuo para as espécies registradas no presente estudo, assim como, um método complementar para ser utilizado com outros métodos convencionais de amostragem de espécies de peixes. Logo, a ictiofauna e seu comportamento registrado pela BRUVS são importantes para avaliar e realizar a gestão da Área Protegida Marina (APM), adicionando informações relevantes para explorar de maneira sustentável ou integralmente proteger o ASPSP e as áreas adjacentes


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ILKA SIQUEIRA LIMA BRANCO NUNES
Externa à Instituição - NATALIA PRISCILA ALVES BEZERRA
Externo à Instituição - PAULO GUILHERME VASCONCELOS DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 11/11/2021 10:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02