Banca de DEFESA: DÉBORA SIDRÔNIO CAETANO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DÉBORA SIDRÔNIO CAETANO
DATA : 16/05/2022
HORA: 09:00
LOCAL: VIDEOCONFERÊNCIA
TÍTULO:

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA VENTILAÇÃO  PULMONAR EM PACIENTES CRÍTICOS COM COVID-19



PALAVRAS-CHAVES:


COVID-19; Síndrome do desconforto respiratório; Ventilação pulmonar; Impedância elétrica. 


PÁGINAS: 100
RESUMO:

Embora pacientes críticos com COVID-19 preencham a definição mais ampla de SDRA, ainda são conflitantes as evidências a respeito da distribuição das áreas de acometimento pulmonar e como esta pode influenciar na oxigenação e mecânica ventilatória destes pacientes. Neste cenário, o uso de tecnologias para diagnóstico por imagem à beira-leito como a Tomografia de Impedância Elétrica (TIE) podem auxiliar na avaliação e tomada de decisão clínica. Assim, o objetivo desta dissertação foi mapear os padrões de distribuição regional da ventilação em pacientes com SDRA secundária a COVID-19 mecanicamente ventilados, além de verificar a associação dessas com a complacência do sistema respiratório e troca gasosa. Trata-se de uma análise de dados secundária a um ensaio clínico do mesmo grupo de pesquisa. Foram selecionados 53 participantes internados em Unidade de Terapia Intensiva especializada no atendimento de pacientes com COVID-19, em uso de ventilação mecânica. Foi realizada a avaliação da distribuição da ventilação pulmonar através da Tomografia de Impedância Elétrica (TIE), da gasometria arterial e da mecânica ventilatória. Para análise, as imagens pulmonares foram divididas em quadrantes de igual tamanho e as imagens foram categorizadas de acordo com o percentual da variação de impedância (ΔZ) encontrado em cada quadrante. Foram identificadas quatro categorias de distribuição das áreas de hipoventilação pulmonar, em ordem de prevalência: ventilação dorsal preservada; ventilação dorsal reduzida unilateralmente; ventilação dorsal reduzida bilateralmente; ventilação unilateral preservada. Dentre as categorias, os pacientes com ventilação dorsal reduzida bilateralmente apresentam maior nível de comprometimento da oxigenação indicado pela relação PaO2/ FiO2, no entanto não há diferença nos valores de complacência do sistema respiratório entre as categorias analisadas. 

 





MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1132476 - ARMELE DE FATIMA DORNELAS DE ANDRADE
Externa ao Programa - 4315699 - MARIA INES REMIGIO DE AGUIAR
Externo à Instituição - ANTÔNIO CHRISTIAN EVANGELISTA GONÇALVES
Notícia cadastrada em: 13/05/2022 14:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02