PPGPSI PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM PSICOLOGIA - CFCH DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA - CFCH Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: KAROLINA MIRELLA OLIVEIRA PEREIRA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KAROLINA MIRELLA OLIVEIRA PEREIRA COSTA
DATA : 25/02/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Remoto/Videoconferência
TÍTULO:

AS ATUALIZAÇÕES DO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19 POR PROFISSIONAIS DOS CAPS'S DE PERNAMBUCO


PALAVRAS-CHAVES:

Cuidado; Saúde Mental; COVID-19; Profissionais de Saúde; CAPS


PÁGINAS: 72
RESUMO:

Esta dissertação analisou as atualizações do cuidado nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) durante diferentes fases da pandemia da COVID-19. A análise foi feita a partir do relato de profissionais mulheres que compuseram a equipe mínima do referido serviço em quatro cidades do estado de Pernambuco. O estudo parte de uma orientação epistemológica feminista decolonial e pós-estruturalista. Em consonância com as regras de distanciamento, produziu-se os dados sob o formato online. Aconteceu, primeiramente, um encontro individual e foi aplicado um questionário sociolaboral. Em seguida, foram realizadas três oficinas coletivas. Utilizaram-se, em todas as oficinas, os recursos artísticos a partir dos métodos do Teatro do Oprimido e da Dançaterapia. Para a análise, foram utilizadas as perspectivas metodológicas da Cartografia e da Análise Temática. Os encontros coletivos suscitaram debates conduzidos a partir dos sentidos construídos nas relações com/entre as interlocutoras. Dessa forma, as discussões dos dados foram agrupadas em dois eixos. O primeiro eixo explicitou como aconteceram as oficinas e mostrou como os recursos artísticos se tornaram ferramentas potentes para que as atualizações do cuidado, no campo digital, pudessem acontecer. O segundo eixo apreciou como as diferentes fases da pandemia foram determinantes para o funcionamento dos CAPS e para a produção do cuidado. Além disso, pôde-se observar uma série de fragilidades presentes nos serviços, que foram intensificados com a pandemia. No segundo eixo, também se discutiu como as atualizações do cuidado nos CAPS foram atravessadas por questões de território, gênero, classe e raça. Concluiu-se que para a efetivação da produção do cuidado em saúde mental, nesse contexto de emergência e crise, se fazia necessária uma negociação incessante entre as novas possibilidades de agir e as práticas já vigentes. Essa negociação contínua teria por base a corresponsabilização ético-política de cada profissional


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - MARCOS RIBEIRO MESQUITA
Presidente - 1467754 - KARLA GALVAO ADRIAO
Interno - 1461835 - LUIS FELIPE RIOS DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 24/02/2022 09:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02