PPGPSI PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM PSICOLOGIA - CFCH DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA - CFCH Telefone/Ramal: Não informado
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPE

2022
Dissertações
1
  • LAIS HELLENA ARAUJO DE PAIVA BARROS
  • TRANSPATERNIDADES EM EXISTÊNCIA: repertórios e aproximações sobre a experiência de gestação e cuidado por um homem trans pai

  • Orientador : JORGE LUIZ CARDOSO LYRA DA FONSECA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BENEDITO MEDRADO DANTAS
  • JORGE LUIZ CARDOSO LYRA DA FONSECA
  • MARCOS ANTONIO FERREIRA DO NASCIMENTO
  • Data: 22/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa objetivou analisar os repertórios linguísticos produzidos por um homem trans pai que gestou sua filha. Constatamos que as experiências das pessoas trans no campo dos cuidados reprodutivos assim como o manejo e atenção no âmbito da saúde reprodutiva, quando esta extrapola as necessidades do processo transexualizador - tido como “corretivo” evidenciando o caráter patológico sob o qual a transexualidade é compreendida socialmente - são invisibilizadas. Há um caráter “impensável” (ZAMBRANO, 2006) da questão reprodutiva voltada ao público LGBT – especialmente ao “T” da sigla, uma “esterilidade simbólica” (ANGONESE; SOUSA LAGO, 2017) que coíbe estruturalmente qualquer possibilidade do exercício da parentalidade ou funções de cuidado por pessoas trans. Como suporte teórico utilizamos as concepções de performatividade propostos por Judith Butler sobre gênero, linguagem - que defende como indissociável ao pensarmos sobre as (des)construções identitárias -, e o Transfeminismo como uma alternativa feminista que propõe abarcar a diversidade de sujeitas do feminismo e pautas e demandas não cisgêneras. À sustentação teórico-metodológica, utilizamos o Construcionismo Social, que entende os fenômenos da vida cotidiana como construções sociais e produtos do contexto ao qual estão inseridos. Foram analisadas em contextos de lives veiculadas por Instagrams institucionais do Fórum LGBT de Pernambuco e Coletivo Mangueiras as falas de um homem trans pai que gestou. Esta estratégia considera as novas possibilidades de interação e comunicação considerando as mídias digitais enquanto prática na vida cotidiana, sendo uma alternativa possível de pesquisa. Nas reflexões propostas na análise, definimos três momentos: o período gestacional, o exercício paterno e o puerpério, e o contexto social relativo ao cuidado das transpaternidades, o “berço social”. Entre os aspectos importantes que emergiram, encontramos a escassez de produções sobre o tema, o caráter estrutural na invizibilização das transmasculinidades, e a importância dos movimentos sociais às garantias de direitos.


  • Mostrar Abstract
  • The research had as its goal the analysis of the linguistic repertoires produced by a trans man father who bore his daughter. It was found that the experiences of trans people in the field of reproductive care, as well as management and attention in the context of reproductive health, when it extrapolates the needs of the transsexualizing process - considered as “corrective”, evidencing the pathological character under which transsexuality is socially understood - are made invisible. There is an “unthinkable” character (ZAMBRANO, 2006) of the reproductive issue aimed at the LGBT public – especially the “T” of the acronym, a “symbolic sterility” (ANGONESE; SOUSA LAGO, 2017) that structurally restrains any possibility of exercising parenthood or care functions for trans people. As theoretical support, we use the concepts of performativity proposed by Judith Butler on gender, language - which she defends as inseparable when thinking about identity (de)constructions -, and Transfeminism as a feminist alternative that proposes to encompass the diversity of feminist subjects and agendas and non-cisgender demands. For theoretical-methodological support, we used Social Constructionism, which understands the phenomena of everyday life as social constructions and products of the context in which they are inserted. In the context of lives broadcast by institutional Instagrams of the LGBT Forum of Pernambuco and Coletivo Mangueiras, the speeches of a trans man father who carried his child were analyzed. This strategy considers the new possibilities of interaction and communication considering digital media as a practice in everyday life, being a possible research alternative. In the reflections and proposals in the analysis, we defined three moments: the gestational period, the paternal exercise and the puerperium, and the social context related to the care of transpaternity, the “social cradle”. Among the important aspects that emerged, we find the scarcity of productions on the subject, the structural character in the invisibilization of transmasculinities, and the importance of social movements to the guarantees of rights.

2
  • DIEGO HENRIQUE BARBOSA DA SILVA
  • Significados de autonomia para pessoas idosas residentes em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI)

  • Orientador : MARIA ISABEL PATRICIO DE CARVALHO PEDROSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIRLENE FRANCISCA SALES DA SILVA
  • MARIA ISABEL PATRICIO DE CARVALHO PEDROSA
  • RENATA LIRA DOS SANTOS ALESSIO
  • Data: 23/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • O envelhecimento tem sido discutido mundialmente nas últimas décadas devido às mudanças na expectativa de vida de pessoas com 60 anos ou mais. No Brasil, algumas leis foram implementadas na tentativa de promover e garantir os diretos dessa população. A Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) surge como um equipamento viável para a garantia de direitos dessa população. No entanto, essa instituição é questionada quanto à sua origem, estrutura e finalidade, por vezes controversa, que imporia um controle sobre os residentes ao ponto de perderem sua autonomia, o que iria de encontro às políticas públicas que preconizam esse fator primordial para um envelhecimento ativo. Sendo assim, questiona-se: qual a relação que existe entre as significações de autonomia de pessoas idosas institucionalizadas e o contexto de acolhimento em que vivem? O objetivo geral da pesquisa é investigar os significados de autonomia para pessoas idosas residentes em uma ILPI e indicar como essas significações se relacionam com o ambiente em que vivem e repercutem em seus processos de envelhecimento. Foi selecionada uma instituição privada sem fins lucrativos da Região do Agreste Central de Pernambuco, e oito idosos participaram da pesquisa, de natureza qualitativa, tendo como procedimento de coleta entrevistas semiestruturadas com foco em suas concepções sobre autonomia. Para alcançar o objetivo do trabalho, optou-se pela análise microgenética proposta pela perspectiva teórica da Rede de Significações. Os resultados sugerem uma série de fatores atrelados à percepção que um idoso tem de sua autonomia dentro da ILPI. São eles: decisão de entrada na instituição; busca por possíveis compensações sobre perda de autonomia; credibilidade social de ser uma pessoa autônoma; desenvolvimento de laços socioafetivos entre os integrantes da ILPI; e valores atrelados a ações e decisões que afetam diretamente a concepção de autonomia desses residentes. Mesmo com as dificuldades encontradas para a realização da pesquisa devido à pandemia provocada pela COVID-19, foi possível refletir sobre as implicações desses fatores no processo de autonomia desses residentes. Reconhece-se o caráter inicial dessas discussões frente à temática e à necessidade de um maior aprofundamento dessa investigação em outras instituições com contextos e razões sociais distintos.


  • Mostrar Abstract
  • Aging has been discussed worldwide in recent decades due to changes in the life expectancy of people aged 60 and over. In Brazil, some laws have been implemented to promote and guarantee the rights of this population. Nursing home (Long-Stay Institution for the Elderly - ILPI) appears as a viable equipment to guarantee the rights of this population. However, this institution has been questioned as for its origin, structure, and purpose, sometimes controversial, which would impose a control over residents to the point of their losing autonomy, which would go against public policies advocating this primordial factor for an active aging. Therefore, the question is: what is the relationship between the meanings of autonomy of institutionalized elderly people and the host context in which they live? The general objective of the research is to investigate the meanings of autonomy for elderly people residing in an ILPI and to indicate how these meanings relate to the environment in which they live and have an impact on their aging processes. A non-profit private institution in the Agreste Central region of Pernambuco was selected, and eight elderly people participated in the qualitative research, using semi-structured interviews as a collection procedure focusing on their conceptions of autonomy. To reach the objective of the work, we opted for the microgenetic analysis proposed by the theoretical perspective of the Net of Meanings. The results suggest a series of factors linked to the perception by an elderly person on their autonomy within the ILPI. They are: decision to enter the institution; search for possible compensation for loss of autonomy; social credibility as being an autonomous person; development of socio-affective bonds among the members of the ILPI; and values linked to actions and decisions that directly affect the concept of autonomy of these residents. Even with the difficulties encountered in carrying out the research due to the pandemic caused by COVID-19, it was possible to reflect on the implications of these factors in the process of autonomy of these residents. The introductory character of these discussions on the subject and the need for a greater depth into this investigation in other institutions with different contexts and social reasons are herein recognized.

3
  • LIGIA RIBEIRO FERREIRA
  • Entre a pessoa e a persona: a ontogênese da Drag Queen

  • Orientador : RENATA LIRA DOS SANTOS ALESSIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA SOARES DA SILVA
  • MARIA ISABEL PATRICIO DE CARVALHO PEDROSA
  • RENATA LIRA DOS SANTOS ALESSIO
  • Data: 24/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Propulsionado pelas reflexões teórico-metodológicas advindas da perspectiva da Rede de Significações (RedSig) e campo teórico do Gênero, o presente trabalho teve como objetivo perscrutar a ontogênese da drag queen. O método desenvolvido pautou-se em entrevistas individuais e semi-estruturadas, que ocorreram em 3 momentos: antes, durante e após a montação. O primeiro encontro se deu com cada participante desmontado, e focou na origem e história da drag queen. O segundo encontro ocorreu durante e após a montação, buscando um aprofundamento na construção corporal da persona. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas sob o prisma microgenético. Três frentes orientaram a construção da análise: os indícios da construção da drag queen, a influência das temporalidades e os aspectos macrossociais. Os resultados indicam o caráter singular de cada drag queen, atravessada por suas temporalidades e sua relação com o meio. São negociadas relações, práticas, linguagens e espaços específicos, tornando única a sua trajetória. Há, também, pontos transversais, associados principalmente a elementos da matriz sócio-histórica, que se referem à disrupção do sistema sexo-gênero, criação de novas formas de ser e fazer drag. Foi possível observar, a dimensão altamente interativa da drag, desde as primeiras montações, no processo de escolha do nome, e durante seu percurso ontogenético. Tal qual o desenvolvimento da pessoa, a trajetória da persona drag queen é multilinear, marcada pela imprevisibilidade e pelo acaso, e pela continuidade e descontinuidade. A maquiagem metaforiza e concretiza esses movimentos não-lineares, assumindo um destaque enquanto processo de montação da persona. Ademais, observamos processos de aproximação e distanciamento na interação entre pessoa e persona. A partir da análise, compreende-se a drag queen como a construção de um novo lugar no mundo, e caracteriza-se a relação entre pessoa e persona como uma dupla via de transformação. Por fim, aponta-se a drag como um processo acontecente, em constante devir.


  • Mostrar Abstract
  • Propelled by theoretical and methodological reflections of the Network of Meanings (Rede de Significações) and Gender Theories, this work aimed to scrutinize the ontogeny of the drag queen. The method was based on individual semi-structured interviews that happened in 3 different moments: before, during and after getting into drag. The first meeting took place with each participant out of drag, and focused on the origin and history of the drag queen. The second meeting happened during and after getting into drag, seeking a deeper understanding of the persona's body construction. The interviews were recorded, transcribed and analyzed under the microgenetic prism. Three aspects guided the construction of the analysis: the clues of the construction of the drag queen, the influence of temporalities and the macrosocial aspects. The results indicate the singularity of each drag queen, intertwined by their temporalities and their relationship with the environment. In their developmental processes, they negotiate relationships, practices, languages and spaces, making their trajectory unique. There are also transversal components, mainly associated with elements belonging to their socio-historical matrix, that refer to the disruption of the sex-gender system, and the creation of new ways of being and doing drag. It was also observed the highly interactive dimension of the drag, since the first few times getting into drag, in the process of choosing the name, and in its ontogenetic path. As well as the development of the person, the drag queen's trajectory is multilinear, marked by predictability and unpredictability, continuity and discontinuity. The makeup metaphorizes and concretizes these non-linear movements, as a prominent place in the process of getting into drag. In addition, we observed processes of approximation and distancing in the interaction between person and persona. Based on the analysis, the drag queen is understood as the construction of a new place in the world, and the relationship between person and persona is characterized as a double path of transformation. Finally, we point out the drag as a happening process, in constant state of becoming.

4
  • KAROLINA MIRELLA OLIVEIRA PEREIRA COSTA
  • AS ATUALIZAÇÕES DO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19 POR PROFISSIONAIS DOS CAPS'S DE PERNAMBUCO

  • Orientador : KARLA GALVAO ADRIAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCOS RIBEIRO MESQUITA
  • KARLA GALVAO ADRIAO
  • LUIS FELIPE RIOS DO NASCIMENTO
  • Data: 25/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação analisou as atualizações do cuidado nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) durante diferentes fases da pandemia da COVID-19. A análise foi feita a partir do relato de profissionais mulheres que compuseram a equipe mínima do referido serviço em quatro cidades do estado de Pernambuco. O estudo parte de uma orientação epistemológica feminista decolonial e pós-estruturalista. Em consonância com as regras de distanciamento, produziu-se os dados sob o formato online. Aconteceu, primeiramente, um encontro individual e foi aplicado um questionário sociolaboral. Em seguida, foram realizadas três oficinas coletivas. Utilizaram-se, em todas as oficinas, os recursos artísticos a partir dos métodos do Teatro do Oprimido e da Dançaterapia. Para a análise, foram utilizadas as perspectivas metodológicas da Cartografia e da Análise Temática. Os encontros coletivos suscitaram debates conduzidos a partir dos sentidos construídos nas relações com/entre as interlocutoras. Dessa forma, as discussões dos dados foram agrupadas em dois eixos. O primeiro eixo explicitou como aconteceram as oficinas e mostrou como os recursos artísticos se tornaram ferramentas potentes para que as atualizações do cuidado, no campo digital, pudessem acontecer. O segundo eixo apreciou como as diferentes fases da pandemia foram determinantes para o funcionamento dos CAPS e para a produção do cuidado. Além disso, pôde-se observar uma série de fragilidades presentes nos serviços, que foram intensificados com a pandemia. No segundo eixo, também se discutiu como as atualizações do cuidado nos CAPS foram atravessadas por questões de território, gênero, classe e raça. Concluiu-se que para a efetivação da produção do cuidado em saúde mental, nesse contexto de emergência e crise, se fazia necessária uma negociação incessante entre as novas possibilidades de agir e as práticas já vigentes. Essa negociação contínua teria por base a corresponsabilização ético-política de cada profissional


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation analyzed care updates in Psychosocial Care Centers (CAPS) during different phases of the COVID-19 pandemic. The analysis was based on the report of women professionals who made up the minimum team of the referred service in four cities in the state of Pernambuco. The study starts from a decolonial and poststructuralist feminist epistemological orientation. In line with the rules of distancing, data were produced in an online format. First, an individual meeting took place and a socio-labor questionnaire was applied. Then, three collective workshops were held. In all workshops, artistic resources based on the methods of Teatro do Oprimido and Dançaterapia were used. For the analysis, the methodological perspectives of Cartography and Thematic Analysis were used. The collective meetings raised debates based on the meanings constructed in the relationships with/between the interlocutors. Thus, data discussions were grouped into two axes. The first axis explained how the workshops took place and showed how artistic resources became powerful tools so that care updates, in the digital field, could happen. The second axis appreciated how the different phases of the pandemic were decisive for the functioning of CAPS and for the production of care. In addition, it was possible to observe a series of weaknesses present in the services, which were intensified with the pandemic. In the second axis, it was also discussed how the updates of care in the CAPS were crossed by issues of territory, gender, class and race. It was concluded that for the effectiveness of the production of mental health care, in this context of emergency and crisis, an incessant negotiation between the new possibilities of acting and the practices already in force was necessary. This continuous negotiation would be based on the ethical-political co-responsibility of each professional.

5
  • TAMIRES LIMA DA SILVA
  • Desconforto sonoro em pessoas com transtorno de pânico e autorrelato de sintomas sensoriais concomitantes

  • Orientador : MARIA LUCIA DE BUSTAMANTE SIMAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSÉ LINO OLIVEIRA BUENO
  • MARIA LUCIA DE BUSTAMANTE SIMAS
  • RENATA MARIA TOSCANO BARRETO LYRA NOGUEIRA
  • Data: 07/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Há relatos clínicos de suscetibilidade a certos sons em indivíduos com Transtorno de Pânico (TP) e esta suscetibilidade pode se traduzir no que chamamos de desconforto sonoro. A partir disso, o presente estudo teve como objetivo, avaliar se determinados sons causam desconforto em pessoas com TP. Participaram da pesquisa 42 voluntários, independente de gênero, com idade entre 20 e 49 anos, divididos em dois grupos, 21 do grupo clínico com TP (GP) e 21 do grupo controle, com voluntários sem transtorno neuropsiquiátrico (GC). Foram enviados a ambos os grupos: o BAI, o BDI e o IPEEB adaptados. Depois dos questionários respondidos, foi marcado um encontro remoto via Google Meet. Nesta etapa foram aplicados: o questionário para verificar os aspectos sociodemográficos e sintomas clínicos de TP relatados, a ArASP e o TAS. Os dados coletados mostram que o GP não apresentou quaisquer desconforto auditivo com as varreduras de frequências sonoras puras, entretanto, mostrou sensibilidade e desconforto com duas sequências reversas dos extratos da música “Play The Game”. Na ArASP, o GP quando comparado com o GC, apresentou diferenças significativas em todas as alterações analisadas: visuais, auditivas, olfatórias, gustatórias e alterações corporais. Entre estas alterações, a auditiva e as alterações corporais foram as que mais se destacaram. Considerando os inventários adaptados que utilizamos para rastreamento e para evidenciar os sintomas clínicos de cada grupo, nossos resultados evidenciam níveis altos nas variáveis: ansiedade, depressão e estresse. Entretanto, o TAS não correlacionou com os testes de rastreio, nem com os sintomas clínicos relatados de TP. Porém, a ArASP correlacionou significante e fortemente com BAI e significante e moderadamente com sintomas de pânico, com BDI e com Estresse. Consideramos a baixa tolerância auditiva observada para alguns extratos musicais no caso do GP, como sinais precoces de sofrimento sensorial possivelmente relacionado ao TP.


  • Mostrar Abstract
  •  

    There are clinical reports of susceptibility to certain sounds in individuals with this disorder and suchs susceptibility may lead to some sort of sound discomfort. The present study investigated whether certain sounds may cause discomfort in people with PD. Thus, 42 volunteers, regardless of gender, (20-49 years old), were divided into two groups: 21 from the clinical group with PD (PG) and 21 from the control group composed of, volunteers without neuropsychiatric disorder (CG). The BAI, the adapted BDI and adapted IPEEB were sent by email to individuals from both groups. After the questionnaires were answered, a remote meeting was arranged via Google Meet. At this stage: a questionnaire to verify the sociodemographic aspects and the reported PD clinical symptoms, the ArASP , the TAS were individually run. Results showed that the PG did not present any auditory discomfort tot the pure sound frequency sweeps, however, PG showed high sensitivity and significant discomfort with two reverse sequences of the musicextracts from “Play The Game”. In this scale, the PG, when compared to the CG, showed significant differences in all the analyzed alterations: visual, auditory, olfactory, gustatory and body sensations. Among these alterations, audition is one of the most outstanding, surpassed  only by bodily sensations. As for the adapted inventories that we used for screening as well as to assess the clinical symptoms of each group, our results show high levels  of anxiety, depression and stress. The Sound Appreciation Test did not correlate with any of the screening tests, nor with any clinical symptoms, however, ArASP did correlate significantly and strongly with BAI, and significantly and moderately with all: panic symptoms,  BDI and  Stress. We consider the low auditory tolerance observed for some music extracts in the case of the GP, as early signs of sensory suffering possibly related to the PD.

6
  • TACIANA ELAINE DE MOURA DIAS
  • Construção de significados de memória por idosos residentes em uma cidade do interior de Pernambuco

  • Orientador : EDCLECIA REINO CARNEIRO DE MORAIS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANYELLE ALMEIDA DE ANDRADE
  • EDCLECIA REINO CARNEIRO DE MORAIS
  • LASSANA DANFA
  • Data: 07/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Ao longo do desenvolvimento, podem ocorrer alterações na redução da velocidade de processamento da informação, afetando o desempenho cognitivo, em especial a memória. O presente estudo tem como objetivo compreender os diferentes significados atribuídos à memória por idosos. Para tal, escolheu-se o suporte teórico da Rede de Significações. A pesquisa foi realizada na cidade de Buenos Aires, Pernambuco, e contou com a participação de 8 idosos, de ambos os sexos e com idades entre 67 e 101 anos. O local de coleta dos dados foi acordado com cada participante, levando-se em consideração sua disponibilidade e as medidas de segurança. Os instrumentos utilizados foram um questionário sociodemográfico e uma entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados por meio da análise temática de conteúdo que suscitaram em 6 categorias temáticas em torno do foco memória. Observou-se que os significados apresentados estão circunscritos por questões de ordem subjetivas e que a importância da memória surge atrelada a sua função enquanto capacidade cognitiva. Contudo, ressalta-se que ela também assegura a manutenção e estabelecimento das relações sociais. Partindo de uma construção singular, a memória está atravessada por processos grupais, sociais e por diferentes contextos, assume papel de reconhecimento social. O uso de novas tecnologias digitais aparece como prejudicial ao assumirem processos considerados função da memória. Uma questão que se sobressai, são as queixas de memórias e o modo com o qual os idosos se organizam, e estabelecem estratégias e atribuem significados. Embora sejam expressões individuais, a construção de significados sobre memória são atravessados por questões oriundas do desenvolvimento humano, por meio das vivências e das histórias partilhadas, ou seja, por elementos sociais e culturais e pelos contextos nos quais estão imersos.


  • Mostrar Abstract
  • Memory is one of the cognitive skills that can be affected by aging. Throughout the development, there may occur alterations in the reduction of information processing speed, affecting the cognitive development, in special the memory. The present study has the goal to understand the different meanings assigned to memory by elderly people. For such, it was chosen for the theoretical support of the Network of Meanings (RedSig). The research was executed in the Buenos Aires city, Pernambuco, and it had the participation of 8 elderly, from both sex and ages between 67 and 101 years. The local for data collecting was agreed with each participant, taking into consideration its availability and the security measures. The instruments utilized were a sociodemographic survey and a semistructured interview. The data was analyzed through the Content Thematic Analysis that aroused 6 thematic categories around the focus in memory. It was observed that the meanings presented are circumscribed by questions in subjective order and that the importance of the memory emerges tied up to its function while cognitive capacity. However, it is highlighted that it can ensure the maintenance and establishment of social relations. Starting from a singular construction, the memory is crossed by group processes, social and different contexts, and it assumes a social recognition role. The use of new digital technologies appears harmful when they take over processes considered as functions of the memory. One question that stands out are the complaints about memories and the way in which the elderly people organize themselves, establishing strategies and assigning meanings. Although they are individual expressions, the constructions of meanings about memory are crossed by questions from human development, through experiences and sharing histories. In other words, by social and cultural elements and by contexts in which they are immersed

Teses
1
  • ALEXANDRA RIBEIRO LEITE
  • HOMOSSEXUALIDADE E ENVELHECIMENTO: A AMIZADE COMO “MODO DE VIDA” HOMOSSEXUAL

  • Orientador : LUIS FELIPE RIOS DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JAILEILA DE ARAUJO MENEZES
  • KARLA GALVAO ADRIAO
  • LUIS FELIPE RIOS DO NASCIMENTO
  • MARILYN DIONE DE SENA LEAL
  • TACINARA NOGUEIRA DE QUEIROZ
  • Data: 25/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • O estudo se propôs a compreender as experiências de idosos homossexuais ao longo do curso de vida, e como estas foram trazendo consequências em sua  percepção e/ou vivência do envelhecimento. Assim, utilizando os princípios de uma pesquisa qualitativa de caráter narrativo realizei entrevistas em profundidade com foco biográfico com três homens homossexuais entre cinquenta e seis e sessenta e seis anos. A partir da dupla-hermenêutica, buscamos  desvelar os sentidos que os participantes construíram de suas próprias ações e experiências, balizando e comparando com o sentido que eu, munida do meu referencial teórico-metodológico, construí das ações, experiências e interpretações de meus interlocutores. Assim, a partir dessas narrativas, percebi que desde a infância eles precisaram enfrentar os estigmas direcionados a sua sexualidade e a amizade, desde essa época, vem se configurando inicialmente enquanto rede de apoio e ao longo de suas vidas, como nova possibilidade de se relacionar e como alento diante do medo da solidão na velhice. Outra questão trazida por eles foi como percebem o envelhecimento como algo que ainda está por vim, e não como o agora. Dessa forma, eles afirmam que vão “vivendo o hoje, enquanto der”.


  • Mostrar Abstract
  • The study aimed to understand the experiences of elderly homosexuals throughout their lives, and how these have had consequences on their perception and/or experience of aging. Thus, using the principles of a qualitative research with a narrative character, I conducted in-depth interviews with a biographical focus with three homosexual men between fifty-six and sixty-six years old. From the double-hermeneutics, I sought to reveal the meanings that the participants built from their own actions and experiences, marking and comparing with the meaning that I, armed with my theoretical-methodological framework, constructed from the actions, experiences and interpretations of my interlocutors. Thus, from these narratives, I realized that since childhood they had to face the stigmas directed to their sexuality and friendship, since that time, it has been initially configured as a support network and throughout their lives, as a new possibility of relating and as encouragement in the face of the fear of loneliness in old age. Another question raised by them was how they perceive aging as something that is yet to come, and not as now. In this way, they claim that they are “living today, as long as possible”.

2
  • ROBERTA GRACYELLE DE LIMA FERREIRA CUNHA
  • Cartografias de experiências e afetos de técnicas socioeducativas em instituição de privação de liberdade em Pernambuco

     

  • Orientador : JAILEILA DE ARAUJO MENEZES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LÚCIA FRANCISCO
  • JAILEILA DE ARAUJO MENEZES
  • LUCIANA LOBO MIRANDA
  • VALERIA NEPOMUCENO TELES DE MENDONCA
  • WANDERSON VILTON NUNES DA SILVA
  • Data: 30/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho realizou uma pesquisa-intervenção com técnicas socioeducativas de uma unidade de privação de liberdade do Estado de Pernambuco com o objetivo de cartografar as experiências e afetos das profissionais nas relações que produzem com o espaço de trabalho. Mais especificamente, buscou identificar a relação saber/poder/verdade que perpassa seus processos de subjetivação na relação que elas estabelecem com a Política de Atendimento Socioeducativo bem como seus posicionamentos de corroboração e/ou resistência em relação à política de responsabilização da adolescência que se envolve com infração. Buscou ainda investigar como as profissionais significam as implicações sociais, educativas e políticas da medida na vida dos jovens e desenvolver com elas um espaço de articulações ético-estético-políticas no contexto socioeducativo. Além da perspectiva teórico-metodológica da pesquisa-intervenção, utilizou-se, como principais interlocutores conceituais, as perspectivas da biopolítca de Michel Foucault (2005) e da necropolítica de Achille Mbembe (2018). Em termos metodológicos lançou mão da abordagem cartográfica delineada por meio de oficinas semanais realizadas com as técnicas na própria instituição onde atuam. Como instrumentos de registro utilizou-se gravador de áudio e diário de anotações. As análises das experiências e afetos – das técnicas e meus – foram tecidas por meio dos analisadores que emergiram nos encontros e foram discutidos em articulação com dispositivos históricos, políticos, teóricos e conjecturais que compõe o campo e que atravessam as participantes. Como principais afetações observamos que uma das vias de precarização das vidas dos adolescentes no sistema socioeducativo é a precarização das vidas e práticas das profissionais responsáveis por atendê-los. Isso se dá, sobretudo, por meio de relações de poder-saber que operam a fragilização do coletivo de forças das trabalhadoras no cotidiano da medida, produzindo falhas e ausências na comunicação que, de forma cíclica, reverberam em dinâmicas de silenciamento e isolamento entre as profissionais da unidade e, consequentemente, em seus processos de adoecimento.


  • Mostrar Abstract
  • In this study, a study-intervention using socioeducative techniques was conducted in a deprivation of liberty unit in Pernambuco State to map the experiences and affections of professionals in the relations produced in the workspace. Specifically, this study aimed to identify the knowledge/power/truth relation that permeates the subjective processes in the relations established by the Socioeducative Attendance Policy and the corroboration and/or resistance positioning toward the adolescence liability policy that involves the infringement. It was investigated how the professionals signify the social, educative, and political implications of the measures in the teenager lives and develop with them a space of ethical-aesthetic-political articulations in the socioeducative context. In addition to the theorical-methodological perspective, as theoretical interlocutors, the biopolitical and necropolitical perspectives of Michel Foucault (2005) and Achille Mbembe (2018), respectively, were utilized. Considering the methodology, a cartographical approach was applied using weekly meetings conducted in the unit where the professionals work. As recording tools, an audio recorder and notes diary were used. The analyses of experiences and affections – from the techniques and from the researcher – were developed using the analyzers that emerged during the meetings and were discussed considering historical, political, theoretical, and conjectural instruments that compose the field and pervade the participants.  As the main affectations, one of the precarization paths of the teenager lives in the socioeducation system is the precarization of the lives and practices of the professionals responsible for assisting the teenagers. This occurs by means of the power-knowledge relations that weaken the workforce in its entirety in the daily routine, producing flaws and lack of communication that cyclically reverberate in silencing and isolation dynamics among the professionals and, as a result, their sickness.

2021
Dissertações
1
  • JULIANA COSTA CUNHA
  • PRODUÇÃO DE SENTIDOS SOBRE SAÚDE MENTAL NA POLÍTICA DE SAÚDE INTEGRAL DA POPULAÇÃO LGBT DE PERNAMBUCO: produzindo memórias para ampliar horizontes

  • Orientador : BENEDITO MEDRADO DANTAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BENEDITO MEDRADO DANTAS
  • JORGE LUIZ CARDOSO LYRA DA FONSECA
  • VIVIANE MELO DE MENDONCA
  • Data: 16/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa versa sobre estratégias políticas de promoção à saúde de lésbicas, gays,
    bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) em Pernambuco, com particular interesse aos
    aspectos relativos à saúde mental, dada a relevância dessa dimensão na atenção à saúde dessa
    população bem como a pouca visibilidade dessa pauta no debate público sobre o tema. Se por
    um lado, as políticas em saúde mental raramente abordam aspectos relativos a gênero e
    sexualidade, por outro, as políticas de promoção da saúde e direitos sexuais também tratam de
    forma secundária a saúde mental. Assim, nesta pesquisa, buscamos enfatizar as múltiplas
    violências sofridas pela população LGBT e as repercussões destas violências em seu processo
    de saúde mental, bem como explorar aspectos relacionados à violência institucional, visto que
    muitas pessoas LGBT evitam os serviços públicos para não passarem por
    constrangimentos/violências diversas em um contexto onde supostamente deveriam ser
    cuidadas. Para tanto, nosso objetivo geral foi analisar, entre narrativas, memórias e
    posicionamentos, a produção de sentidos sobre saúde mental na implementação da Política
    Estadual de Saúde Integral LGBT de Pernambuco buscando: a) analisar repertórios
    discursivos sobre saúde mental no contexto dessa política; b) analisar os modos como gênero
    e sexualidade são acionados na produção desses repertórios; c) analisar implicações da
    pandemia de Covid-19 no cotidiano dos serviços que integram esta política. A metodologia
    envolveu a produção de narrativas a partir de entrevistas com 11 integrantes e ex-integrantes
    do Comitê Técnico de Saúde Integral LGBT que tem atuado no processo de implantação e
    monitoramento da Política de Saúde Integral LGBT no estado de Pernambuco, envolvendo
    representantes dos movimentos sociais e de instâncias do poder público estatal. Assim,
    realizamos uma pesquisa qualitativa embasados na perspectiva construcionista e feminista de
    fazer pesquisa, ressaltando o cuidado com as pessoas envolvidas no processo, assegurando um
    ambiente acolhedor e seguro, negociando, de forma ética, a ação e a interação constante ao
    longo da conversa. Desta forma, na interface entre as memórias da pesquisadora e as
    produções discursivas dialogicamente construídas, acreditamos ter acessado os percursos
    narrativos e a produção de sentidos sobre saúde mental por aquelas pessoas que efetivamente
    atuam na promoção de saúde LGBT no Estado de Pernambuco. Nossas análises enfatizam a
    necessidade de dar visibilidade a narrativas pouco conhecidas e a potência da discussão sobre
    o tema, com vistas a contribuir para a qualificação dos dispositivos do SUS e na Rede de
    Atenção Psicossocial (RAPS), assegurando direitos à população LGBT, a partir de uma oferta
    de atenção e cuidado integral à saúde mental desta população.

     


  • Mostrar Abstract
  • This research deals with political strategies to promote the health of lesbians, gays, bisexuals,
    transvestites and transsexuals (LGBT) in Pernambuco, with particular interest to aspects
    related to mental health, given the relevance of this dimension in the health care of this
    population as well as the little visibility of this agenda in the public debate with the topic. If,
    on the one hand, mental health policies rarely address aspects related to gender and sexuality,
    on the other, health promotion and sexual rights policies also treat mental health in a
    secondary way. Thus, in this research, we are looking to emphasize the multiple violence
    suffered by the LGBT population and the repercussions of these violence on their mental
    health process, as well as to explore aspects related to institutional violence, since many
    LGBT people avoid public services to avoid experiencing constraints / multiple violence in a
    context where they are supposed to be taken care of. To this end, our main objective was to
    analyze, among narratives, memories and positions, the meanings production about mental
    health in the implementation of the State Policy for Integral LGBT Health in Pernambuco
    seeking to: a) analyze discursive repertoires about mental health in the context of this policy;
    b) to analyze the ways in which gender and sexuality are triggered in the production of these
    repertoires; c) to analyze the implications of the Covid-19 pandemic in the daily life of the
    services that are part of this policy. The methodology involved the production of narratives
    based on interviews with 11 members and former members of the LGBT Integral Health
    Technical Committee that has been involved in the implementation and monitoring of the
    LGBT Comprehensive Health Policy in the state of Pernambuco, involving representatives of
    social movements and instances of state public power. Thus, we conducted a qualitative
    research based on the constructionist and feminist perspective of doing research, emphasizing
    the care with people involved in the process, ensuring a welcoming and safe environment,
    negotiating ethically the action and constant interaction throughout the conversation.
    Therefore, at the interface between the researcher's memories and dialogically constructed
    discursive productions, we believe that we have accessed the narrative pathways and the
    production of meanings about mental health by those people who effectively work in
    promoting LGBT health in the State of Pernambuco. Our analyzes emphasize the need to give
    visibility to little-known narratives and the power of discussion on the topic, with a
    perspective to contribute to the qualification of SUS devices and the Psychosocial Care
    Network (RAPS), ensuring rights for the LGBT population, starting from an offer of care and
    comprehensive care, to the mental health of this population.

2
  • EVERTON RODRIGUES RESENDE
  • Sentido sobre corpo em pessoas colostomizadas por câncer colorretal

  • Orientador : KARLA GALVAO ADRIAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KARLA GALVAO ADRIAO
  • WEDNA CRISTINA MARINHO GALINDO
  • ANA LÚCIA FRANCISCO
  • Data: 24/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • O câncer é uma das doenças que mais atinge pessoas ao redor do mundo. Com altas taxas de incidência, torna-se necessário trazer à tona o tema para discussão. O câncer colorretal é um dos mais comuns entre homens e mulheres, e pode apresentar como tratamento cirurgias, quimioterapia e radioterapia, incluindo o uso temporário ou permanente da bolsa de colostomia. Visando entender os sentidos sobre corpo em pessoas que utilizam a bolsa de colostomia devido ao câncer colorretal, realizamos entrevistas com 5 pessoas que a utilizam para compreender os sentidos que eles atribuem ao corpo, ao adoecimento e ao uso da bolsa de colostomia, considerando seus contextos específicos de classe e gênero. Foi utilizada a análise temática (BARDIN, 2011) com suporte em teorias discursivas, sobretudo nos conceitos de jogos de verdades e jogos de linguagem (FOUCAULT, 1990; WITTGENSTEIN, 1984). Os resultados indicam que as pessoas que usam bolsa de colostomia passam por processos adaptativos e de redescoberta dos seus corpos, neste processo elas encontram dificuldades mas também formas de resistência e de continuar vivendo. Eventos relacionados à classe e gênero foram evidenciados, sobretudo no que diz respeito a sexualidade, direitos reprodutivos e o impacto das diferenças de classe no processo adaptativo.


  • Mostrar Abstract
  • Cancer is one of the diseases that most affects people around the world. With high incidence rates, it becomes necessary to bring up the topic for discussion. Colorectal cancer is one of the most common among men and women, and it can be treated with surgery, chemotherapy and radiotherapy, including the temporary or permanent use of the colostomy bag. In order to understand the meanings about the body in people who use the colostomy bag due to colorectal cancer, we conducted interviews with 5 people who use it to understand the meanings they attribute to the body, illness and the use of the colostomy bag, considering their contexts class and gender specific. Thematic analysis (BARDIN, 2011) was used, supported by discursive theories, especially in the concepts of truth games and language games (FOUCAULT, 1990; WITTGENSTEIN, 1984). The results indicate that people who use a colostomy bag go through adaptive processes and the rediscovery of their bodies, in this process they encounter difficulties but also forms of resistance and to continue living. Events related to class and gender were evidenced, especially with regard to sexuality, reproductive rights and the impact of class differences on the adaptive process.

     

3
  • KARINE MENDES DA SILVA
  • O cuidado em rede no Espaço Trans da UFPE: sentidos negociados pelas profissionais de saúde

  • Orientador : WEDNA CRISTINA MARINHO GALINDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • WEDNA CRISTINA MARINHO GALINDO
  • BENEDITO MEDRADO DANTAS
  • JAQUELINE GOMES DE JESUS
  • Data: 27/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo geral analisar os sentidos produzidos sobre o cuidado em saúde por profissionais que atuam em um serviço de saúde especializado voltado para a população trans. Para tal, foi realizada uma pesquisa de cunho qualitativo, a partir da abordagem das práticas discursivas e produção de sentidos no cotidiano, inspirada no Construcionismo Social. As informações produzidas são resultantes de entrevistas semiestruturadas com seis profissionais de saúde que compõem a equipe multidisciplinar do Espaço de Cuidado e Acolhimento Trans, localizado no Hospital das Clínicas da UFPE. As entrevistas foram videogravadas, transcritas integralmente e tiveram seus conteúdos organizados em quatro categorias a partir da construção de mapas dialógicos, a saber: 1) Usuários/as; 2) O Espaço Trans e o Processo Transexualizador; 3) Demandas; e 4) Atuação profissional. A análise do material transcrito resultou na sistematização de cada categoria com apresentação de aspectos identificados nos diálogos e a discussão das práticas discursivas envolvidas na produção de sentidos sobre o cuidado em saúde. A investigação identificou que o sentido de cuidado em saúde no Espaço Trans reúne diversos aspectos, cuja configuração entendemos como uma Rede. Marcado pela dialogia e por intervenções que estão para além do aspecto relacional entre profissional-usuário/a, o cuidado em Rede caracteriza-se por uma lógica de atenção psicossocial. Difere, portanto, do paradigma biomédico hegemônico inscrito na portaria que institucionaliza o Processo Transexualizador no Brasil. A identificação das necessidades da população trans e os esforços em garantir resolutividade para elas é rotina do/a profissional ao disponibilizar cuidado em Rede, lidando com diversas questões que permeiam a saúde e o Processo Transexualizador nos aspectos micro e macro políticos. Pesquisas como esta contribuem com os esforços em qualificar o cuidado nos serviços de saúde na direção de fortalecimento da sociedade democrática, em especial, a inclusão de usuários/as, historicamente marginalizados, no SUS.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to analyze the meanings produced about health care by professionals who work in a specialized health service aimed at the trans population. To this end, a qualitative research was carried out, from the approach of discursive practices and production of meanings in everyday life, inspired by Social Constructionism. The information produced is the result of semi-structured interviews with six health professionals who make up the multidisciplinary team of the Trans Care and Acolhimento Space, located at the Hospital das Clínicas at UFPE. The interviews were videotaped, fully transcribed and their contents were organized into four categories based on the construction of dialogic maps, namely: 1) Users; 2) The Trans Space and the Transsexualizing Process; 3) Demands; and 4) Professional performance. The analysis of the transcribed material resulted in the systematization of each category with the presentation of aspects identified in the dialogues and the discussion of the discursive practices involved in the production of meanings about health care. The investigation identified that the meaning of health care in the Trans Space brings together several aspects, whose configuration we understand as a Network. Marked by dialog and interventions that go beyond the professional-user relationship aspect, Network care is characterized by a logic of psychosocial care. It differs, therefore, from the hegemonic biomedical paradigm inscribed in the ordinance that institutionalizes the Transsexualizing Process in Brazil. The identification of the needs of the trans population and the efforts to guarantee resolution for them is a routine of the professional when providing care in the Network, dealing with several issues that permeate health and the Transsexualizing Process in micro and macro political aspects. Research such as this one contributes to efforts to qualify care in health services in the direction of strengthening democratic society, in particular, the inclusion of users, historically marginalized, in the SUS.

     

4
  • RAIZA CICERA SOARES LINS
  • Práticas profissionais de psicólogas em Creas no âmbito do abuso sexual infantil

  • Orientador : WEDNA CRISTINA MARINHO GALINDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • WEDNA CRISTINA MARINHO GALINDO
  • RENATA LIRA DOS SANTOS ALESSIO
  • SEVERINO RAMOS LIMA DE SOUZA
  • Data: 10/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A atuação da psicologia no acompanhamento de crianças vítimas de abuso sexual no Creas envolve o trabalho em equipe e assume características específicas, distintas da prática da psicologia em consultório privado, modelo consolidado desde a regulamentação da profissão no país. A clássica resposta da psicologia à questão conta com um profissional autônomo realizando psicoterapia, cuja atenção prioritária volta-se aos aspectos intrapsíquicos das crianças vítimas. Com a criação da política nacional de assistência social, profissionais de psicologia passaram a atuar nos casos de abuso sexual infantil que chegam ao Creas, o que demanda outra prática. A pesquisa teve como objetivo compreender as práticas profissionais realizadas por psicólogas em Creas de dois municípios da Região Metropolitana de Recife diante do abuso sexual infantil. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que contou com a participação de seis psicólogas a partir de entrevista semiestruturada. O Método Fenomenológico de Pesquisa em Psicologia orientou a construção e análise dos dados. A compreensão do sentido geral de cada psicóloga sobre sua experiência possibilitou a identificação da estrutura geral da experiência, que nomeamos como prática articulada. A prática psicológica frente aos casos de abuso sexual infantil no Creas é articulada a diversos atores sociais - família, equipe, rede. Caracteriza-se por intervenções situadas e intersetoriais, que têm contribuído com o suporte socioassistencial da criança e de sua família. As profissionais referem fragilidades na gestão da política que envolve desde aporte de recursos à orientação político-institucional, incluindo-se a precarização das condições de trabalho. Não identificamos movimentos das profissionais na direção de aprofundar entendimento dessa realidade e/ou ações na direção de sua mudança, mesmo diante dos desafios encontrados no serviço.


  • Mostrar Abstract
  • The role of psychology in monitoring child victims of sexual abuse in Reference Center for Specialized Social Assistance (Creas in Portuguese acronym) involves teamwork and adopts specific characteristics, which differ from the psychology practice in private office setting, a consolidated model since profession regulation in the country. Psychology's classic approach to this subject involves a self-employed psychotherapist, whose primary focus is on the child victims' intrapsychic aspects. With the establishment of the national social welfare policy, psychology professionals began to work on cases of child sexual abuse that were brought to Creas, demanding a different approach. The research aimed to understand the practices carried out by psychologists at Creas in two municipalities in the Metropolitan Region of Recife in regard to child sexual abuse. This qualitative research was carried out by six psychologists using semi-structured interviews. The Phenomenological Method of Research in Psychology has guided the data construction and analysis. The understanding of the general meaning of each psychologist about their own experience made it possible to identify the overall structure of the experience, which we refer to as articulated practice. The psychological practice facing cases of child sexual abuse in Creas is articulated with multiple social actors - family, team, network. It is featured by contextualized and intersectoral interventions, which have been contributing to the social welfare support for both the child and the family. The professionals point out the weaknesses in policy management, which involves everything from resource allocation to political-institutional orientation, including the poor working conditions. We did not identify any moves by the professionals towards a deeper understanding of this reality and/or actions to change it, even when faced with the challenges found in the service.

Teses
1
  • MARIA VERONICA ARAUJO DE SANTA CRUZ OLIVEIRA
  • Narrativas das mulheres guerreiras do Agreste sobre como a violência obstétrica atravessou suas vidas: uma leitura decolonial com recorte de gênero e raça

     

  • Orientador : ROSINEIDE DE LOURDES MEIRA CORDEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSINEIDE DE LOURDES MEIRA CORDEIRO
  • JORGE LUIZ CARDOSO LYRA DA FONSECA
  • VIVIAN MATIAS DOS SANTOS
  • JACQUES HENRI MAURICE GAUTHIER
  • NATHALIA DIORGENES FERREIRA LIMA
  • Data: 29/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta pesquisa foi analisar os efeitos que a violência obstétrica opera na vida das mulheres que foram violadas ao buscarem assistência à saúde no seu parto. Trata-se de uma pesquisa qualitativa inspirada na metodologia da sociopoética. A análise se deu através das lentes das epistemologias decoloniais, com recorte de gênero e raça. A leitura da tese é um convite para transitarmos juntas/os/es no universo sensível das mulheres, a partir das diversas formas em que irão nos narrar suas experiências ao sofrerem a violência obstétrica. Por esses caminhos, visitaremos as memórias de dores e sofrimentos, mas também suas alegrias, potências de vida, cuidado coletivo e formas de resistência. A violência obstétrica foi compreendida como um fenômeno complexo que se constituiu à medida que uma sociedade colonizadora, misógina, heteronormativa, violenta e racista se estruturou e colonizou o parto. A pesquisa demonstrou que essa violação pode ocorrer em todas as fases da vida e das decisões reprodutivas das mulheres, podendo trazer consequências nas diversas dimensões de suas vidas. Destaca-se que as mulheres negras são as mais vulneráveis aos maus-tratos e negligência por invisibilidade. Como resultado, essa violação pode atuar impedindo o nascer de seus filhos ou fazendo morrer as mulheres e seus conceptos. Assim, essa violação se configurou como uma estratégia da colonialidade do poder, saber e ser, que, para além de controlar os corpos, a sexualidade e o parto das mulheres, serviu aos projetos ideológicos eugênicos de branqueamento da nação. Diante disso, o seu enfrentamento demanda empoderamento das mulheres; humanização da atenção à saúde sexual e reprodutiva; garantia dos direitos humanos, sexuais e reprodutivos; acesso universal, integral e equânime da saúde; enfrentamento do racismo e garantia do lugar de fala e de poder de decisão das mulheres negras na gestão dos serviços do SUS e na produção do conhecimento.


  • Mostrar Abstract
  • This study's goal was to analyze the effects caused by obstetric violence in women who were violated when searching for healthcare assistance to give birth. It’s qualitative research was inspired by Sociopoetics’ methodology. The analysis was done through the lens of decolonial epistemologies, focused on gender and race. Reading this thesis is an invitation to travel together by the sensory and sensitive universe of women, from the many ways they will narrate their experiences of suffering obstetric violence. Through these pathways, we’ll visit memories of pain and suffering but also happiness, life potency, collective care, and means of resistance. Obstetric violence was perceived as a complex phenomenon that was constituted while a colonizing, misogynous, heteronormative, violent, and racist society was structuring itself and colonizing childbirth. The research has shown that this violation may occur in every stage of women’s lives and reproductive decisions, resulting in potential consequences for all dimensions of their lives. It is noteworthy that black women are more vulnerable to mistreatment and malpractice stemming from invisibility. As a result, this violation may act stopping their children’s birth or causing the death of these women and their conceptus. Thus, this violation was consolidated as a strategy in the coloniality of power, knowledge, and being and, beyond controlling women’s bodies, sexuality, and childbirth, served a eugenic ideological project of population whitening. In face of these facts, fighting it calls for women empowerment; humanization of sexual and reproductive healthcare; the guarantee of human, sexual, and reproductive rights; universal, integral, and equal access to healthcare; fighting racism and securing places of speech and the power to decide of black women in SUS services’ administration and in the production of knowledge.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02