Banca de DEFESA: MARINA DE FREITAS CARVALHEDO CORREIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARINA DE FREITAS CARVALHEDO CORREIA
DATA : 26/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Remota (Prédio de Engenharia de Produção)
TÍTULO:

ANÁLISE MULTICRITÉRIO PARA PRIORIZAÇÃO DAS AÇÕES DE MELHORIA A SEREM IMPLEMENTADAS EM UMA EMPRESA DE PESCA


PALAVRAS-CHAVES:

Análise SWOT. FITradeoff. Indústria de pescados. Análise multicritério.


PÁGINAS: 98
RESUMO:

Este trabalho propõe a construção de um modelo multicritério para ordenação de ações de melhoria, originadas a partir dos fatores críticos de sucesso evidenciados na análise SWOT, durante o Planejamento Estratégico de uma empresa produtora e distribuidora de pescados. Estas ações, foram utilizadas como alternativas em um modelo que teve sua construção apoiada no framework de 12 etapas e refinamentos sucessivos, para resolução de problemas de decisão multicritério. No contexto deste estudo, o método utilizado foi o FITradeoff para problemática de ordenação. Sua utilização, permitiu uma priorização eficaz das ações para alcance dos objetivos traçados para o estudo. Também foi possível implementar uma gestão mais organizada a partir do momento que as ações foram dispostas na Matriz de Decisão, utilizada como referência para o entendimento do que era necessário realizar. A visualização das ações por ordem de prioridade, permitiu que a comunicação entre os gestores e o restante da equipe fosse alinhada, além de ter ficado evidente que haveria ganhos econômicos para empresa, que passaria a direcionar melhor seus recursos. Para o estudo, uma lista com 32 ações, que derivaram dos fatores críticos de sucesso da análise SWOT, e 4 critérios, foi utilizada. Um ranking satisfatório, foi obtido após 6 perguntas de elicitação flexível e mais 2 perguntas de avaliação holística, chegando a 25 posições. A combinação destes dois tipos de avaliação melhora o processo de modelagem de consequências já que aumenta sua eficiência e consistência. A análise de sensibilidade, realizada pelo SAD, também demonstrou a robustez do resultado obtido, que teve a maior parte das posições do ranking inalteradas após uma variação de +-10% nos valores das consequências de todos os critérios. A tomada de decisão de forma estruturada, pôde garantir maior segurança por parte dos gestores promovendo maior assertividade em suas escolhas evitando custos desnecessários. A implementação de ações de melhoria na empresa, eram realizadas de forma aleatória e o estudo demonstrou que algumas ações listadas, poderiam ser implementadas antes de outras, que inclusive já estavam em execução. O método foi reconhecido também, como forte aliado para uma futura elaboração dos planejamentos de curto, médio e longo prazo.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1561347 - DANIELLE COSTA MORAIS
Externa ao Programa - 3091524 - EDUARDA ASFORA FREJ
Externo à Instituição - JOAO CARLOS CORREIA BAPTISTA SOARES DE MELLO - UFF
Notícia cadastrada em: 24/08/2021 12:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02