Banca de QUALIFICAÇÃO: PABLO WANDERLEY VITÓRIO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PABLO WANDERLEY VITÓRIO
DATA : 15/03/2022
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

Sandbox regulatório para segurança alimentar: em busca de soluções tecnológicas inovadoras


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: perda de alimentos; revolução industrial 4.0; startup; inovação; sandbox.


PÁGINAS: 29
RESUMO:

A perda e o desperdício de alimentos são os principais problemas enfrentados pela humanidade diante da crescente insegurança alimentar mundial Desde o início da produção industrial de alimentos em massa (século XIX), o foco esteve centralizado na necessidade de desenvolver meios que permitissem elevar a quantidade produzida (IPES-Food, 2016). O que tem se agravado com o crescimento da população mundial e a cultura do consumismo, que segue um modelo de economia linear. A despeito da grande quantidade de alimentos produzidos, num crescente paralelo, tem-se o antigo e permanente fenômeno da fome. Um paradoxo que acompanha a sociedade há muito tempo. Porém, não obstante a necessidade de mudança de paradigma social referente ao consumo, por meio das tecnologias habilitadoras da Revolução Industrial 4.0 – inteligência artificial, big datacloud computing – vislumbra-se contribuir para a mitigação da perda de alimentos, e, consequentemente, a redução/erradicação da fome. A instrumentalização da sociedade por essas tecnologias tem permitido o surgimento de iniciativas inovadoras, desenvolvidas por startups para serem aplicadas durante toda a cadeia de suprimento da produção de alimentosPrecisando lidar com rigoroso e inflexível regime jurídico-legal de responsabilização que tutelam as doações de alimentos. Todavia, para que as startups possam desenvolver iniciativas visando mitigar a perda de alimentos, e validarem o seu conceito de negócio, precisam ter um ambiente legislativo favorável e flexível. Geralmente confrontadas por legislações rígidas e não responsivas, como são as da vigilância sanitária, as cíveis e consumeristas, muitas são impedidas de seguirem o percurso natural do desenvolvimento tecnológico. Diante dessa realidade, por meio de metodologia qualitativa exploratória-descritiva, esta pesquisa tem como objetivo oferecer soluções tecnológicas inovadoras para a mitigação da perda de alimentos e sua redistribuição. Para isso, estuda a viabilidade de utilização de ambientes experimentais, Sandbox regulatório. Nesta direção, mapeia as inovações desenvolvidas com este propósito. O desenvolvimento desta pesquisa almeja inspirar a elaboração de um manual, apresentando um mapa descritivo sobre iniciativas tecnológicas, projeto de aplicação computacional e um guia de utilização de Sandbox pelas foodtechs. 


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - CLARICE MARINHO MARTINS DE CASTRO - UNICAP
Presidente - 1208375 - LILIAN SOARES OUTTES WANDERLEY
Externo ao Programa - 1134038 - RUY JOSE GUERRA BARRETTO DE QUEIROZ
Externa à Instituição - SUIANE VALENCA BRANDAO - UFRPE
Notícia cadastrada em: 04/03/2022 14:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01