Banca de DEFESA: REBEKA CRISTINY BARBOSA DE SANTANA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : REBEKA CRISTINY BARBOSA DE SANTANA
DATA : 29/04/2022
HORA: 14:30
LOCAL: http://meet.google.com/qmh-fsgm-sfm
TÍTULO:

[Re]articulação discursiva da criatividade: a construção de significados no turismo criativo sob o enfoque dos Estudos Culturais


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo Criativo. Estudos Culturais. Circuito da Cultura. Representação Cultural. Análise do Discurso.


PÁGINAS: 185
RESUMO:

A adoção de práticas criativas como elemento diferenciador, agregador de riqueza e vantagem
competitiva tem sido impulsionada por agentes da iniciativa privada e formuladores de
políticas públicas na conjuntura de desenvolvimento dos destinos turísticos. As
representações culturais que permeiam o uso do termo criatividade no contexto do turismo
criativo não estão claramente definidas, resultando em uma polissemia conceitual e uma
fragmentação teórica em torno das práticas turísticas diferenciadas pela criatividade. Os
estudos que estendem a discussão de modo a considerar as questões culturais, sociais e
valores simbólicos envolvidos no turismo criativo sã escassos. Fato que suscita a seguinte
questão: como ocorre a formação discursiva do produtor cultural em torno da articulação de
significados do termo criatividade no contexto do turismo criativo? A composição teórica que
dá suporte ao debate se ancora nos Estudos Culturais, em especial nos desenvolvimentos
teóricos do Circuito da Cultura proposto por Du Gay et al e seu modelo de articulação dos
momentos de produção, consumo, identidade, regulação e representação do artefato cultural.
Projetamos a construção do corpora, composto por documentos e entrevistas, para acessar os
discursos que permeiam as ações dos produtores culturais de turismo criativo, enquanto
sujeitos do estudo. Os resultados da análise do discurso apontam que as articulações
discursivas são direcionadas ao processo de ressignificação da criatividade no contexto do
turismo criativo para atender demandas públicas relacionadas ao desenvolvimento local e à
sustentabilidade, como forma de construção de significados benéficos em torno do artefato
cultural. O sistema discursivo indica a crença implícita dos produtores culturais de que a
criação de valor simbólico proporcionada pela difusão de significados positivos seja refletida
em trocas econômicas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1133764 - FERNANDO GOMES DE PAIVA JUNIOR
Interna - 1514622 - CARLA REGINA PASA GOMEZ
Interno - 1863576 - HENRIQUE CESAR MUZZIO DE PAIVA BARROSO
Externa ao Programa - 2299950 - CARLA BORBA DA MOTA SILVEIRA
Externo à Instituição - EDUARDO PAES BARRETO DAVEL - UFBA
Notícia cadastrada em: 26/04/2022 14:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02