Banca de DEFESA: DANIEL SILVA VERAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIEL SILVA VERAS
DATA : 19/04/2022
HORA: 18:00
LOCAL: Virtual, integralmente por videoconferência
TÍTULO:

ANÁLISE TEMPORAL MULTIFONTE E MULTIESPECTRAL DA COBERTURA VEGETAL DOESTUÁRIO DO RIO SIRINHAÉM – PE.


PALAVRAS-CHAVES:

Análise multiespectral e multifonte, Sensoriamento Remoto, MapBiomas, CBERS, Landsat, Sentinel-2, Cobertura Vegetal do Estuário do Rio Sirinhaém.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

A abordagem multisensor pode representar vantagens por conta da maior quantidade de imagens disponíveis num mesmo período de interesse e também por contribuir para aquisição de imagens livre de nuvens e/ou compatibilização de datas de aquisição mais próximas, dois aspectos importantes em estudos multi-temporais. Avaliar essa possibilidade em sistemas com cobertura global e acesso livre e aberto, como os dados Landsat, CBERS e Sentinel-2, é um aspecto adicional que vem contribuir com a comunidade usuária desses dados. Esta pesquisa propõe realizar análise temporal (anos 2000 a 2020) multifonte (dados Landsat, CBERS e Sentinel-2) da cobertura vegetal de mangue do estuário do Rio Sirinhaém, litoral sul do Estado de Pernambuco por meio de índices físicos de sensoriamento remoto (NDVI, SAVI, EVI, VARIgreen e NDWI). Além dos índices em resolução nativa dos sensores, também foram gerados os índices a partir das imagens fusionadas. Num primeiro momento, as bandas espectrais de todos os sensores foram comparadas com vistas a formação de entendimento sobre as diferenças e similaridades que os produtos gerados poderão oferecer. Posteriormente, os índices gerados foram comparados e analisados via espacialização e geração de gráficos do tipo box plot e a partir dessas análises procedemos o mapeamento da cobertura vegetal por meio do fatiamento das imagens de índices de vegetação selecionados nos intervalos identificados. Os resultados encontrados até o momento nos permitiu concluir que os índices calculados a partir das imagens fusionadas agregaram melhorias no contorno visual das feições, com apresentação de bordas e contornos mais suaves e melhor definidos, mas no geral, apresentaram similaridade com os dados em resolução nativa quanto ao comportamento espectral dos alvos estudados; Na análise da cobertura vegetal, apenas os índices NDVI (sensores OLI e MUX4A) e NDWI (OLI e MUX4A) foram capazes de promover, virtualmente, plena separação entre as duas tipologias de mangue e por isso foram utilizados na geração dos mapas; e nos mapeamentos resultantes, obtivemos 82,44% de concordância espacial quando sobrepomos aos dados do mapeamento do projeto MapBiomas.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - JANAINA MARIA OLIVEIRA DE ASSIS - UFPE
Presidente - 2313407 - JOAO RODRIGUES TAVARES JUNIOR
Externo à Instituição - RAFAEL RODRIGUES DA SILVA - UFAL
Notícia cadastrada em: 11/04/2022 07:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01