Banca de DEFESA: JESSICA ADRIAN LIMA FARIAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSICA ADRIAN LIMA FARIAS
DATA : 25/02/2022
HORA: 14:30
LOCAL: Virtual, integralmente por videoconferência
TÍTULO:

ANÁLISE MULTITEMPORAL DA FRAGMENTAÇÃO POR ÍNDICES DE VEGETAÇÃO NA RESERVA BIOLÓGICA DE SERRA NEGRA - PE


PALAVRAS-CHAVES:

Fragmentação, NDVI, SAVI, Caatinga, REBIO.


PÁGINAS: 58
RESUMO:

O processo de alteração das paisagens naturais tem incentivado a busca pelo entendimento das relações com seus fragmentos. Considerando a necessidade de conservação deste bioma, a pesquisa tem como objetivo analisar a estrutura da paisagem florestal da Reserva Biológica de Serra Negra. Especificamente, caracterizar a fragmentação da paisagem através da classificação por Índices de Vegetação NDVI e SAVI, juntamente com a aplicação de métricas de paisagens. A primeira análise do NDVI no período chuvoso os valores do índice referentes as classes de cobertura vegetal, está entre -0,31 e -0,27 e para as classes de solo exposto e estrada, estão no intervalo de -0,25 a <0.08. O resultado do SAVI foi satisfatório observando certa semelhança com os resultados do NDVI, indicando um bom estágio vegetativo da área. A segunda análise, período de estiagem (seca), apresentaram valores com intervalos diferentes, NDVI com intervalo máximo de 0,55 e mínimo de 0,20. E para a classe de solo exposto apresentou 0,38 de valor de reflectância. Os dados do SAVI mostraram resultados no intervalo de 0,35 a 0,10 e referente a classe de solo exposto o valor de 0,20. Os resultados de SAVI foram menores que os do NDVI, fator que pode estar associado aos diferentes gradientes de exposição do solo na área. A análise da fragmentação apresentou área de classe (CA), de 194,18 para Caatinga arbórea e 380,66 Caatinga arbustiva segundo NDVI e 222,55 ha Caatinga arbórea e 391,63 ha para Caatinga arbustiva, segundo resultados do SAVI. O tamanho médio do fragmento (AREA_MN) para a classe de C. arb. foi de 5,24 ha e 8,28 ha para C. abs., parra o NDVI e para o SAVI os valores foram de 5,70 ha C. arb., e 8,15 ha para C. abs. Segundo os resultados do índice de forma (SHAPE), foram encontrados os valores entre 1,30 m e 1,40 m para NDVI e SAVI, demonstrando, que os fragmentos da REBIO apresentam-se com pouca complexidade, tendo suas formas regulares. Para a métrica COHESION, os valores obtidos ficaram entre, 97,83% a 99,05%. Os resultados indicam que independente do tamanho do fragmento, todas as duas classes apresentam alta conectividade. De acordo com os dados conclui-se que, os índices de vegetação aplicados para a REBIO, captaram bem a sazonalidade da vegetação da Caatinga no ano de 2020. Os índices destacaram-se como bons indicadores em diagnóstico na estrutura vegetal de uma paisagem. A fragmentação, de acordo com a relação analisada sobre tamanho dos fragmentos, densidade dos fragmentos, observa-se que a REBIO se encontra conservada. As duas classes apresentaram alta conectividade,
inferindo que os fragmentos apresentam ligações por estruturas físicas, como corredores ecológicos, sendo mais fator que demonstra a conservação da REBIO.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2103925 - ANA LUCIA BEZERRA CANDEIAS
Presidente - 2313407 - JOAO RODRIGUES TAVARES JUNIOR
Externo à Instituição - RAFAEL SILVA DOS ANJOS
Notícia cadastrada em: 23/02/2022 16:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01