PPGAR PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM ARQUEOLOGIA - CFCH DEPARTAMENTO DE ARQUEOLOGIA - CFCH Telefone/Ramal: 98630-3666

Banca de DEFESA: MARCELO HERMINIO DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO HERMINIO DOS SANTOS
DATA : 15/10/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

PRÁTICAS FUNERÁRIAS RELIGIOSAS NO CEMITÉRIO DE SÃO SEBASTIÃO -

VITÓRIA DE SANTO ANTÃO-PE (1875-2020)


PALAVRAS-CHAVES:

Práticas funerárias. Arqueologia cemiterial. Representação religiosa.


PÁGINAS: 242
RESUMO:

As práticas funerárias representam padrões de comportamento que simbolizam os sistemas
sociais aos quais se conectam. Na arqueologia essas práticas são consideradas como um dos
elementos identificadores das sociedades e o estudo de suas tipologias, estruturas e vestígios
correlacionados são utilizadas como meio para identificar características sociais associadas.
Esta tese estudou as representações religiosas nas práticas funerárias do Cemitério Público de
São Sebastião na cidade de Vitória de Santo Antão, no estado de Pernambuco, como reflexo da
dinâmica religiosa da sociedade vitoriense desde sua fundação em 1875, até o início de 2020.
Reconhecendo a existência de padrões que estão expressos nos diversos tipos de túmulos
encontrados foi possível catalogá-los considerando elementos como a construção, a tipologia e
o estilo, os revestimentos e os símbolos presentes nos adornos. Estes elementos foram estudados
em uma amostragem de 498 jazigos, o que simboliza 69% de um universo de 733 jazigos
catalogados. O trabalho agregou em seu aporte teórico-metodológico uma perspectiva
interdisciplinar entre vários campos do conhecimento, como a Arqueologia, História,
Demografia e Estatística, dentre outros. Foi identificado para cada classe de análise um
conjunto de variáveis qualitativas-quantitativas trabalhadas a partir de gráficos e tabelas que
em conjunto à interpretação das oscilações, permitiu a identificação dos padrões expressos nas
práticas funerárias. Estes padrões tem seu ápice de mudança em meados do século XX,
configurando-se assim em dois momentos cronológicos bastante distintos, o primeiro que vai
de 1870 até 1940 e o segundo, de 1950 até 2020, o que também é perceptível no comportamento
religioso censitário. Neste quadro dinâmico de mudanças foi verificado a predileção por
Gavetas, Túmulos e Banheiras com uma Tendência Estética Arquitetônica predominantemente
Sem Estilo Arquitetônico Definido, que denotam uma representação direta na segunda metade
do século XX e início do XXI da diminuição do catolicismo e da ascensão de outras religiões
cristãs que possuem uma menor representatividade de crença na cultura material funerária, além
daqueles que se declaram não cristãos. No aspecto simbólico, constata-se a permanência e o
aumento na ocorrência do símbolo Cruz como uma representatividade universalizada desta
pluralidade cristã no Brasil atrelado a não utilização de outras simbologias cristãs. Logo,
compreende-se que a mudança de comportamento religioso demonstrado em quase 150 anos de
dados censitários influenciou no mesmo período cronológico as representações das crenças
religiosas nas práticas funerárias nos jazigos do cemitério municipal de São Sebastião em
Vitória de Santo Antão – PE.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1195304 - ANA CATARINA PEREGRINO TORRES RAMOS
Interna - 1744343 - VIVIANE MARIA CAVALCANTI DE CASTRO
Externo ao Programa - 2332928 - RICARDO PINTO DE MEDEIROS
Externo à Instituição - FABIANA COMERLATO
Externa à Instituição - STELA GLAUCIA ALVES BARTHEL
Notícia cadastrada em: 14/10/2021 08:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02