Banca de QUALIFICAÇÃO: CARINE ARAGAO DE MELLO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CARINE ARAGAO DE MELLO
DATA : 12/05/2022
LOCAL: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil on line
TÍTULO:

Motocicleta e Mobilidade Urbana: Seu Uso e Propriedade no Alcance às Oportunidades Socioeconômicas


PALAVRAS-CHAVES:

Motocicleta. Inclusão social. Meios de transporte. Oportunidade.


PÁGINAS: 66
RESUMO:

O transporte é essencial para realização de todas as atividades que dependem de viagens, e pode ajudar no desenvolvimento urbano e inclusão social. A motocicleta é um meio de transporte que já está consolidado em muitos países, principalmente nos países da Asia, África e América Latina. O principal desafio relacionado a motocicletas diz respeito vulnerabilidade a acidentes de trânsito, enquanto a maioria das oportunidades se relaciona com a mobilidade, visto que, muitas pessoas que não tem acesso a outro modo ou moram em áreas periféricas sem opções de para atingir oportunidades desejadas, ou ainda pela falta de sistemas de transporte público eficientes. As motocicletas geram renda quando instrumento de trabalho para entrega de carga e de transporte individual de passageiros. Ela apresenta vantagens em relação a outros modos, como acessibilidade e rapidez, além do baixo custo de aquisição e manutenção da motocicleta, e essas vantagens podem superar os riscos desse meio de transporte. Logo, é possível perceber que vários fatores podem influenciar na propriedade e uso da motocicleta, e é importante estudar como os usuários percebem esse modo de transporte. Na medida que a motocicleta gera renda, acesso a oportunidade de trabalho, estudo, saúde, compras e lazer e leva as pessoas a destinos que outros modos de transporte não são possíveis, a motocicleta promove o desenvolvimento urbano e inclusão social. Assim, o objetivo geral dessa tese é compreender como a propriedade e uso da motocicleta, como modo de transporte, amplia as possibilidades de acesso às oportunidades socioeconômicas ofertadas pela cidade, em diferentes contextos urbanos. A hipótese trabalhada nessa tese é de que os fatores como renda, local de residência, falta de escolha ou alternativa de outros modos de transporte, custos de aquisição e de manutenção além da agilidade da motocicleta são os principais atributos que levam os usuários a usar a motocicleta para realização de seus deslocamentos cotidianos. Esses fatores contribuem para a intensificação de viagens por diversos motivos (alcance de oportunidades/atividades) e também para destinos novos, ampliando o raio de alcance às oportunidades/atividades. Para alcançar o objetivo e a hipótese levantada será realizada uma pesquisa de campo com um questionário elaborado com base na literatura, abrangendo os principais fatores sociodemográficos, relacionados ao padrão de viagem, relacionados ao espaço urbano fatores psicológicos, que influenciam o uso e propriedade da motocicleta. Para analise dos resultados da foi escolhido a analise de modelos explicativos usando a regressão logística, para analisar o uso e a propriedade da motocicleta e a regressão logística ordenada para analisar o acesso a oportunidades. Os resultados esperados, pretende-se analisar quais fatores são mais relevantes em diferentes contextos urbanos e compreender como a motocicleta conduz a inclusão social das pessoas.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1767927 - LEONARDO HERSZON MEIRA
Externa à Instituição - LÍLIAN DOS SANTOS FONTES PEREIRA BRACARENSE - UFT
Presidente - 2228841 - MARIA LEONOR ALVES MAIA
Notícia cadastrada em: 29/04/2022 16:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02