Banca de DEFESA: KARLA HELLEN DIAS SOARES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARLA HELLEN DIAS SOARES
DATA : 11/05/2022
HORA: 14:00
LOCAL: GSUIT
TÍTULO:

EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM STRICTO SENSU NA MODALIDADE REMOTA: VIVÊNCIAS DE DOCENTES E DISCENTES




PALAVRAS-CHAVES:

COVID-19. Educação à Distância. Educação de Pós-Graduação em Enfermagem. Educação em Enfermagem.


PÁGINAS: 161
RESUMO:

A COVID-19 alterou o contexto sócio-político-econômico-educacional de todo o
mundo, o distanciamento social necessário a tentativa de frear as inúmeras mortes
ocasionadas pelo SARS-CoV-2, exigiu das instituições de ensino a reflexão e
renovação da prática pedagógica, requerendo de docentes e discentes a aquisição da
fluência digital com vistas a dar continuidade ao processo educativo-formativo. A
pesquisa tem por objetivo analisar as vivências de docentes e discentes na educação
em Enfermagem stricto sensu na modalidade remota. Trata-se de um estudo descritivo
interpretativo de abordagem qualitativa. A população do estudo foi composta pelos
docentes e discentes de dois Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em
Enfermagem situados na região Nordeste do Brasil. A seleção dos participantes
baseou-se na técnica de amostragem intencional. Para a definição do número de
participantes que compuseram a amostra foi utilizado o critério de saturação teórica,
totalizando 37 participantes, desses, 25 discentes e 12 docentes. A coleta de dados
ocorreu mediante aplicação de um instrumento para a caracterização dos
participantes, elaborado no Google Forms e enviado via e-mail, e entrevistas com uso
de roteiro semiestruturado, realizada via Plataforma Google Meet. O material foi
transcrito, validado e posteriormente submetido à técnica de Análise Temática de
Braun e Clarke composta por seis fases: familiarização dos dados; geração de códigos
iniciais; pesquisa de temas; revisão de temas; definição e nomenclatura de temas e
produção do relatório. Os discursos foram categorizados manualmente. A análise dos
dados deu origem a 9 temas, os quais revelaram que as vivências de docentes e
discentes na educação em Enfermagem na modalidade remota foram permeadas por
desafios e possibilidades nas etapas de planejamento, implementação, avaliação e
orientação de dissertações e teses. A formação em stricto sensu mediada por
tecnologias requereu o abandono de práticas e concepções tradicionais acerca do ato
de ensinar e aprender, anunciando que ainda há vestígios de autoritarismo docente na
academia; assim como há também a necessidade de educação permanente destes,
sendo urgente a aplicação de práticas inovadoras no fazer pedagógico. Observou-se
que o distanciamento físico produz impacto na interação docente-discente. A ausência
de domínio das TIC, pelos docentes, ocasionou a reprodução de ações do ensino
presencial no ambiente online, conferindo sobrecarga de atividades e avaliações ao
discente. Dificuldades acerca das condições de estudo também emergiram nas falas
discentes, evidenciando a necessidade de garantia de equidade para o alcance de
uma formação de qualidade. Acerca das possibilidades, o ensino remoto proporcionou
o aprendizado e a consequente adoção de diferentes estratégias educacionais
aplicadas ao longo do processo ensino-aprendizagem; conferiu maior autonomia ao
discente; proporcionou ultrapassar as barreiras geográficas, garantindo maior
acessibilidade e facilidade no intercâmbio de conhecimentos entre pesquisadores de

diferentes localidades; e o reconhecimento da orientação virtual como grande ponto
positivo do ensino remoto. Infere-se que a modalidade remota na formação em stricto
sensu em Enfermagem de qualidade, é viável e possível, embora necessite de
adequações, e, para além disso, pode proporcionar a imersão de discentes, residentes
em localidades distantes, nos programas de pós-graduação, tornando-os propulsores
de ciência nos espaços geográficos nos quais estão inseridos.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - HELENA RAFAELA VIEIRA DO ROSÁRIO - UMinho
Interna - 1132274 - ELIANE MARIA RIBEIRO DE VASCONCELOS
Presidente - 1110261 - ESTELA MARIA LEITE MEIRELLES MONTEIRO
Interna - 2483506 - SHEILA COELHO RAMALHO VASCONCELOS MORAIS
Notícia cadastrada em: 06/04/2022 11:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02.ufpe.br.sigaa02