Banca de DEFESA: MILLENA LYRA VALENÇA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MILLENA LYRA VALENÇA
DATA : 28/01/2022
HORA: 14:00
LOCAL: ONLINE
TÍTULO:

"FOLHAS DE NARRATIVA SEQUESTRADA": uma proposta transfeminista para o ensino de história através da HQ Xica Manicongo

 

 


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de História.Gênero e orientações do desejo. Narrativas Históricas, Memória e Identidade. Histórias em quadrinhos. Transfeminismo.


PÁGINAS: 179
RESUMO:

Esta pesquisa tem como objeto de estudo as identidades de gênero e orientações do desejo não hegemônicas no ensino de História.Diante do silenciamento dessas atrizes e atores sociais na narrativa histórica escolar, a pesquisa objetivou investigar sob que bases epistemológicas estão ancoradas as questões de gênero e sexualidades acerca dessas subjetividades insurgentes. Propõe-se a recuperar teoricamente o caminho histórico-crítico da categoria gênero tendo como fio condutor a desestabilização do sujeito do feminismo e os tensionamentos implicados na construção teórico-política transfeminista; identificar e analisar as disputas de narrativas referentes às questões de gênero e orientações do desejo na trajetória sócio histórica das histórias em quadrinhos (HQ) além de elaborar uma proposta didática transfeminista em formato de HQ,acompanhada de orientações para prática docente. Desenvolveu-se uma pesquisa de natureza qualitativa e bibliográfica tencionada a responder como o ensino de História pode contribuir para o processo de construção e autoafirmação identitária de estudantes com identidades de gênero e orientações do desejo não hegemônicas através do referencial teórico transfeminista ancorado nos trabalhos de JESUS (2014), NASCIMENTO (2020) e OLIVEIRA (2018). Como principais resultados, negritaram-se lacunas entre os avanços nos estudos de gênero no espaço acadêmico e mesmo na historiografia, em contraste com os aparatos reguladores de estado e a prática docente que mantém a narrativa histórica escolar cisheterocentrada,colonialista e excludente.Como parte propositiva, elaborou-se uma proposta didática transfeminista em HQ, protagonizada por Xica Manicongo, considerada a primeira travesti brasileira. A partir de subsídios teóricos, políticos e estéticos, a proposta objetiva contribuir com educadoras, educadores e estudantes, através da mobilização de uma narrativa em quadrinhos com roteiro adaptado e ilustrações de mulheres trans e travestis, acompanhada de suplemento didático no qual foram problematizadas categorias de análise relativas aos estudos transfeministas e de gênero, além do método de investigação histórica.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2378838 - ELETA DE CARVALHO FREIRE
Externa à Instituição - JAQUELINE GOMES DE JESUS - UFRRJ
Externa ao Programa - 621.201.074-91 - LÚCIA FALCÃO BARBOSA - UFPE
Notícia cadastrada em: 28/01/2022 11:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01