Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPE

2202
Dissertações
1
  • ELIZABETH DE CARVALHO SIMPLICIO
  • ROTAS

  • Orientador : FLORA ROMANELLI ASSUMPCAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FLORA ROMANELLI ASSUMPCAO
  • ANA ELISABETE DE GOUVEIA
  • TAÍS CABRAL MONTEIRO
  • Data: 16/02/2202

  • Mostrar Resumo
  • Tendo como eixo a visualidade, apresento um projeto artístico equivalente à dissertação, da linha de pesquisa em processos criativos de Artes Visuais. Com o intuito de destacar o caráter cíclico da vida, busquei inspiração no Livro Avalovara e no filme Antes da Chuva para guiar as narrativas visuais ora apresentadas. Durante a pesquisa, ao passo que eu procurei desenvolver meu próprio pensamento artístico, criador e estético desenvolvi, ainda, uma reflexão, utilizando a metodologia analógica, sobre o fazer criativo da fotógrafa Telma Saraiva, que teve uma profícua produção fotográfica na cidade do Crato, região do Cariri, Ceará, e se tornou notória por uma série de autorretratos fantasiada de personagens de filmes hollywoodianos, utilizando a técnica de fotopintura.


  • Mostrar Abstract
  • Tendo como eixo a visualidade, apresento um projeto artístico equivalente à dissertação, da linha de pesquisa em processos criativos de Artes Visuais. Com o intuito de destacar o caráter cíclico da vida, busquei inspiração no Livro Avalovara e no filme Antes da Chuva para guiar as narrativas visuais ora apresentadas. Durante a pesquisa, ao passo que eu procurei desenvolver meu próprio pensamento artístico, criador e estético desenvolvi, ainda, uma reflexão, utilizando a metodologia analógica, sobre o fazer criativo da fotógrafa Telma Saraiva, que teve uma profícua produção fotográfica na cidade do Crato, região do Cariri, Ceará, e se tornou notória por uma série de autorretratos fantasiada de personagens de filmes hollywoodianos, utilizando a técnica de fotopintura.

2022
Dissertações
1
  • JOAO VICTOR PINTO BAIA
  • Processos de aprendizagem com o desenho de observação através do método Sight-size.

  • Orientador : MARIA BETANIA E SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALBERTO RICARDO PESSOA
  • EDUARDO ROMERO LOPES BARBOSA
  • MARIA BETANIA E SILVA
  • Data: 23/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa busca investigar como o metodo Sight-size colaborou para o meu estudo e desenvolvimento artistico no desenho de observacao, tendo como objetivos especificos, 1- Examinar o processo de aprendizagem do desenho de observacao a partir do metodo Sight-size; 2- Identificar os principais conceitos do método sight-size a partir de investigacoes do processo de aprendizagem e estudo, por meio das analises dos meus desenhos entre 2015 ate 2021; 3- Analisar como acontece o meu processo de estudo e criação do desenho de observacao por meio dos conceitos do metodo Sightsize. A investigacao foi desenvolvida no Programa Associado de Pos- Graduacao em Artes Visuais UFPE/UFPB, portanto, foi utilizada a metodologia Cartografica. Busca-se explorar nessa pesquisa os campos da Arte/ Educacao e do Ensino do Desenho, com referenciais principais sobre o ensino e pratica do desenho em atelie autores como Bargue (2014), Aristides (2011, 2015), Beer (2016), Fowkes (2016), que dialogam diretamente com metodologias academicas de ensino do desenho. Os principais resultados da pesquisa sao: 1- O processo de aprendizagem do desenho de observacao necessita de tempo de estudo, mas e possivel ser desenvolvido independentemente da idade, mesmo depois da adolescencia, bem como pode ser facilitada com o entendimento sobre as metodologias de desenho. 2- Existe mais de uma forma de aprender a desenhar por observacao. 3- Conhecer a metodologia de desenho auxilia no estudo dos fundamentos do desenho de forma consciente, permitindo que o artista se expresse da forma que desejar.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa busca investigar como o método sight-size colaborou para o meu estudo e desenvolvimento artístico no desenho de observação, tendo como objetivos específicos, 1- examinar a formação histórica do ensino do método sight-size em ateliês nos Estados Unidos e Europa no final do século XX e início do século XXI; 2- reconhecer os principais conceitos do método sight-size a partir de investigações do meu processo de aprendizagem e estudo, por meio das análises dos meus desenhos entre 2015 à 2020; 3- analisar como acontece o meu processo de estudo e criação do desenho de observação por meio dos conceitos do método sight-size. A investigação foi desenvolvida no Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB, portanto, foi utilizada a metodologia Cartográfica. Busca-se explorar nessa pesquisa os campos da Arte/ Educação e do Ensino do Desenho, com referenciais principais sobre o ensino e prática do desenho em ateliê autores como Bargue (2014), Aristides (2006, 2011), Beer (2016), Huston (2016), Fowkes (2016), que dialogam diretamente com metodologias acadêmicas de ensino do desenho.

2
  • NALIANA DA SILVA MENDES
  • Museu do Homem Americano: descortinando a educação museal sobre a arte pré-histórica em São Raimundo Nonato, Piauí, Brasil.

  • Orientador : LUCIANA FERREIRA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA FERREIRA COSTA
  • ROBSON XAVIER DA COSTA
  • IVAN COELHO DE SÁ
  • Data: 23/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os museus se constituem como espaços de conservação, estudos, divulgação e fruição do patrimônio cultural e artístico produzido pela sociedade. São instituições sem fins lucrativos que, dentre inúmeras possibilidades, colocam o público em contato com as mais diversas categorias de patrimônio que, por sua vez, promovem a compreensão da vida social e cultural. A função educativa dos museus faz parte das reflexões de reconhecidas instituições como Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Conselho Internacional de Museus (ICOM) desde a década de 1950. Cada vez mais, está em evidência o contributo e a relação dos museus, como instituições não-formais, com a escola, instituição de educação formal por excelência. Tendo isso em conta, esta pesquisa articula-se no campo de ensino das Artes Visuais, com ênfase na arte pré-histórica, e no campo dos museus, na perspectiva do diálogo entre instituição formal e não-formal. Assim, a pesquisa em relato tem como objetivo analisar o alcance das ações de mediação do Museu do Homem Americano, especificamente, quanto à arte pré-histórica, na sua relação com escolas públicas de São Raimundo Nonato no Piauí, Brasil. Metodologicamente, a pesquisa é de natureza bibliográfica, documental e descritiva, que articula as abordagens quantitativa e qualitativa de modo complementar. Tem como campo as escolas da rede pública da cidade de São Raimundo Nonato, no Piauí, estabelecidas como lóci da pesquisa a partir do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), que se configura como indicador de qualidade do ensino, perfazendo, portanto, quatro escolas. A pesquisa tem como sujeitos os professores de arte das quatro escolas. Como instrumento de coleta de dados, utiliza-se questionário, elaborado via Google Forms, composto por questões abertas e fechadas, de modo a obter dados sobre o perfil dos sujeitos, visão destes quanto ao contributo do Museu do Homem Americano como aliado no ensino da arte pré-histórica face ao conteúdo curricular em sala de aula. Para a análise dos dados, utiliza estatística básica descritiva e análise de conteúdo pelo estabelecimento de categorias temáticas interpretadas em confronto com a revisão da literatura que aporta a pesquisa. Como resultados, constatamos que o museu se constitui como espaço essencial para o estímulo ao conhecimento a respeito da arte pré-histórica da região da Serra da Capivara, propiciando uma mediação entre patrimônio cultural e público. Concluimos que esse estabelece uma relação proficua com as escolas da região, auxiliando na prática de professoras de Arte.


  • Mostrar Abstract
  • Os museus se constituem como espaços de conservação, estudos, divulgação e fruição do patrimônio cultural e artístico produzido pela sociedade. São instituições sem fins lucrativos que, dentre inúmeras possibilidades, colocam o público em contato com as mais diversas categorias de patrimônio que, por sua vez, promovem a compreensão da vida social e cultural. A função educativa dos museus faz parte das reflexões de reconhecidas instituições como Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Conselho Internacional de Museus (ICOM) desde a década de 1950. Cada vez mais em evidência o contributo e a relação dos museus, como instituições não-formais, com a escola, instituição formal de educação por excelência. Tendo isso em conta, a pesquisa articula o campo de ensino das Artes Visuais, com ênfase na arte rupestre, e o campo dos museus, na perspectiva do diálogo entre instituição formal e não-formal. Assim, a pesquisa em relato tem como objetivo analisar a influência do Museu do Homem Americano como instrumento no processo de ensino e aprendizagem de arte rupestre na cidade de São Raimundo Nonato no Piauí, Brasil. Metodologicamente, a pesquisa é de natureza bibliográfica, documental e descritiva, que articula as abordagens quantitativa e qualitativa de modo complementar. Tem como campo as escolas da rede pública da cidade de São Raimundo Nonato, no Piauí, estabelecidas como lóci da pesquisa a partir do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), que se configura como indicador de qualidade do ensino, perfazendo, portanto, quatro escolas. A pesquisa tem como sujeitos os professores de arte e estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental II das quatro escolas. Como instrumento de coleta de dados, utiliza questionário, elaborado via Google Forms, composto por questões abertas e fechadas, de modo a obter dados sobre o perfil dos sujeitos, visão destes quanto ao contributo do Museu do Homem Americano como aliado no ensino e na aprendizagem da arte rupestre face ao conteúdo curricular em sala de aula. Para a análise dos dados, utiliza estatística básica descritiva e análise de conteúdo pelo estabelecimento de categorias temáticas interpretadas em confronto com a revisão da literatura que aporta a pesquisa. Espera que os achados da pesquisa empreendida contribuam para as reflexões acerca do reconhecimento do Museu do Homem Americano como instituição não-formal de ensino na arte rupestre e sua potencialidade como aliado no ensino e na aprendizagem deste tipo de arte no contexto da escola, enquanto instituição formal, na cidade de São Raimundo Nonato.

3
  • ROSALVO FELISBERTO DE OLIVEIRA FILHO
  • A ARTE DE ABELARDO DA HORA: O GROTESCO E O ENGAJAMENTO POLÍTICO E SOCIAL

  • Orientador : MADALENA DE FATIMA PEQUENO ZACCARA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA ELISABETE DE GOUVEIA
  • EDUARDO ROMERO LOPES BARBOSA
  • MADALENA DE FATIMA PEQUENO ZACCARA
  • Data: 23/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa buscou compreender como a estética do grotesco se apresenta nas produções artísticas de Abelardo da Hora, e como elas se relacionam com a crítica ao cenário político e social presente nestes trabalhos. Os dados foram produzidos por meio de pesquisa bibliográfica relacionada aos temas da estética do grotesco, vida e obra de Abelardo da Hora assim como a relação entre estes, a arte e o engajamento. A investigação foi desenvolvida no Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB por meio da metodologia historiográfica. Busca-se explorar nesta pesquisa os campos da Estética, História da Arte, bem como a Arte e Política, buscando assim a análise conceitual do grotesco crítico presente nos trabalhos artísticos de Abelardo. Utilizamos os referenciais teóricos: Bakhtin (2010), Benjamin (2012), Eco (2007), Hugo (2007), Sodré e Paiva (2002), juntamente ao que observamos na obra do artista, buscando refletir a relação entre esses referenciais e as obras de Abelardo. Constatou-se, por meio da pesquisa, que os elementos da estética do grotesco se relacionam fortemente com as produções de Abelardo da Hora principalmente aquelas que se configuram como denúncias ao cenário político e social no qual o artista estava inserido. Abelardo, que ficou famoso pelo expressionismo de suas produções, também apresentava outras características para além desta com a intenção de provocar o público, chocando-o, de maneira a incitar uma reflexão e até mesmo uma reação. A escolha temática de grande parte das obras do artista se explica por sua íntima relação com o contexto político e social da época, a ditadura militar no Brasil, sua participação na gestão pública da cidade do Recife bem como seu próprio trajeto biográfico e artístico em que esteve intimamente envolvido em todas as etapas de produção dos seus trabalhos.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa busca compreender como a estética do grotesco se apresenta nas produções artísticas de Abelardo da Hora, e como elas se relacionam com a crítica ao cenário político e social presente nestes trabalhos. Os dados foram produzidos por meio de pesquisa bibliográfica relacionada aos temas da estética do grotesco, vida e obra de Abelardo da Hora assim como a relação entre arte e política. A investigação está sendo desenvolvida no Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB por meio da metodologia historiográfica. Busca-se explorar nesta pesquisa os campos da Estética, História da Arte, bem como a Arte e Política, buscando assim a análise conceitual do grotesco crítico presente nos trabalhos artísticos de Abelardo. Utilizamos os referenciais teóricos: Bakhtin (2010), Benjamin (2012), Eco (2007), Hugo (2007), Sodré e Paiva (2002), juntamente  ao que observamos na obra do artista, buscando refletir a relação entre esses referenciais e as obras de Abelardo. Constatou-se, até o momento, por meio da pesquisa, que os elementos da estética do grotesco foram bastante explorados por Abelardo da Hora como um instrumento de denúncia do cenário político e social no qual estava inserido. O artista, que ficou famoso pelo expressionismo de suas produções, também apresentava outras características para além desta com a intenção de provocar o público, chocando-o, de maneira a incitar uma reflexão e até mesmo uma reação. A escolha temática de grande parte das obras do artista se explica por sua íntima relação com o contexto político e social da época, a ditadura militar no Brasil, sua participação na gestão pública da cidade do Recife bem como seu próprio trajeto biográfico e artístico em que esteve intimamente envolvido em todas as etapas de produção dos seus trabalhos

4
  • ANNA RAYANNE LINS DE MORAES
  • A(s) identidade(s) dos/as professores/as de artes visuais

    Um estudo a partir de três escolas integrais técnicas da GRE Recife Norte

  • Orientador : MARIA BETANIA E SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA BETANIA E SILVA
  • FABIANA SOUTO LIMA VIDAL
  • EMILIA PATRICIA DE FREITAS
  • Data: 25/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este texto situa-se no campo do ensino das artes visuais para compreender as identidades das/os professoras/es de artes visuais de três escolas integrais técnicas da Gerência Regional de Educação (GRE) Recife Norte. Dentro desta delimitação buscamos conhecer as/os sujeitas/os docentes de artes visuais no que tange a sua formação e atuação; compreender quais elementos compõe a prática docente destes profissionais a partir dos saberes sinalizados e que dão corpo à construção das identidades docentes, e compreender quais as experiências vividas que contribuíram para o “tornar-se” docente. A pesquisa seguiu os preceitos da pesquisa fenomenológica de Hurssel (Dartigues, 2003; Petrelli, 2008), caracterizando-se pelo pertencimento do pesquisador ao universo de pesquisa. Foi realizado um levantamento bibliográfico que além de fontes impressas e legislações, se estendeu a portais de hospedagem virtuais, com destaque aos repositórios de programas de pós-graduação, anais de eventos e BDTD. O embasamento teórico contou com autores como Hall (2006), Bauman (2004), Castells (2018), Dubar (2005) e Tardif (2010), para tratar sobre a formação das identidades e saberes docentes, enquanto Moacyr (1936, 1939a, 1939b, 1940), Romanelli (1985), Saviani (1999), Cunha e Góes (2002), entre outros, nos situaram quanto o histórico do ensino de arte no Brasil. Contribuíram com questões específicas da Educação integral em Pernambuco Magalhães (2008), Henry Jr (2011), Dutra (2013, 2019), entre outros, e os/as docentes que se dispuseram a participar deste trabalho. Portanto esta dissertação auxilia na compreensão da criação das identidades docentes em artes visuais, aprofundando as reflexões sobre como o conjunto das experiências acumuladas ao longo da trajetória pessoal e profissional que são relevantes na formação contínua do/da docente.


  • Mostrar Abstract
  • Este texto situa-se no campo do ensino de arte para compreender as identidades das/os professoras/es de artes visuais de três escolas integrais técnicas da Gerência Regional de Educação (GRE) Recife Norte. Dentro desta delimitação buscamos conhecer as/os sujeitas/os docentes de Arte no que tange a sua formação e atuação; compreender quais elementos compõe a prática docente destes profissionais, e compreender sua prática pedagógica e suas fontes de saberes docentes. A pesquisa seguiu os preceitos da pesquisa fenomenológica de Hurssel (Dartigues, 2003; Petrelli, 2008), caracterizando-se pelo pertencimento do pesquisador ao universo de pesquisa. Foi realizado um levantamento bibliográfico que além de fontes impressas e legislações, se estendeu a portais de hospedagem virtuais, com destaque aos repositórios de programas de pós-graduação, anais de eventos e BDTD. O embasamento teórico contou com autores como Hall (2006), Bauman (2004), Castells (2018) e Tardif (2010), para tratar sobre a formação de identidade e saberes docentes, enquanto Moacyr (1936, 1939a, 1939b, 1940), Romanelli (1985), Saviani (1999), Cunha e Góes (2002), entre outros, nos situaram quanto o histórico do ensino de arte no Brasil. Contribuíram com questões específicas da Educação integral em Pernambuco Magalhães (2008), Henry Jr (2011), Dutra (2013, 2019), entre outros, e os/as docentes que se dispuseram a participar deste trabalho. Portanto esta dissertação auxilia na compreensão da criação da identidade docente em arte, aprofundando as reflexões sobre como o conjunto das experiências acumuladas ao longo da trajetória pessoal e profissional que são relevantes na formação contínua do/da docente.

5
  • GIOVANNI LUCENA COSTA
  • A Gênese da Criação de Personagens Fantásticos: Um diálogo entre as artes visuais e o design gráfico

  • Orientador : ALBERTO RICARDO PESSOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALBERTO RICARDO PESSOA
  • EDGAR SILVEIRA FRANCO
  • FLORA ROMANELLI ASSUMPCAO
  • Data: 25/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação terá como eixo central a crítica genética aplicada ao meu processo de criação, enquanto artista ilustrador de personagens fantásticos. Construirei um eixo que perpassa pela crítica genética e segue adiante até os estudos de desenho, ilustração, imaginário, simbolismo e o tema de fantasia. O objetivo desta pesquisa é reforçar para a academia, a ilustração e o charcater design como objeto plausível de estudo em Processos de Criação em Artes Visuais, em diálogo com o campo do design, ao agregar valor ao estudo de ilustração digital para a comunidade artística que busca construir pilares sólidos de aprendizado. A metodologia será a crítica genética com elementos da abordagem autonarrativa. O manuscrito será dividido em duas partes, sendo a primeira voltada para fundamentação teórica, que expõe o entendimento e compreensão acerca de crítica genética, imaginário, definição e reflexão sobre desenho, fantasia, ilustração e character design. A segunda parte irá expor a gênese, juntamente com os documentos de processos referentes a cinco personagens fantásticos autorais, criados exclusivamente para esta dissertação de mestrado. A bibliografia irá reunir tanto autores teóricos como Philippe Willemart, Cecília Almeida Salles, James Gurney; quanto autores técnicos do campo de desenho e pintura, como Andrew Loomis, Scott Robertson, Charles Bargue, Michael Hampton, Steve Huston e Marcos Mateu-Mestre.


  • Mostrar Abstract
  • Nesta dissertação terei como eixo central a crítica genética aplicada ao meu processo de criação enquanto artístico. Construirei uma intersecção que une as técnicas oriundas dos fundamentos do desenho e pintura à busca pela minha personalidade gráfica, com o objetivo de contribuir tanto academicamente, no ponto de vista da crítica genética como ferramenta metodológica em torno do processo de criação artístico; a construção de reflexões e diálogos acadêmicas tendo a arte realista imaginativa (Gurney, 2009) como objeto plausível de estudo no campo das Artes Visuais; quanto a comunidade artística, que busca estudar as suas próprias obras com o suporte dos documentos de processos e considerar métodos alternativos de aprendizado das técnicas. A pesquisa será dividida em três partes, sendo a primeira voltada para fundamentação teórica, que expõe o meu entendimento e compreensão acerca de crítica genética; auto narrativa; desenho; ilustração; arte realista imaginativa. A segunda, irá expor os registros documentais acerca dos experimentos artísticos, do análogico (grafite, Nanquim, Marcadores, Aquarela) ao digital (Mesas Digitalizadoras), bem como os estudos dos fundamentos do desenho e pintura; e a terceira parte irá entregar as gêneses das obras de arte autorais, com o processo de criação comentado, com auxílio dos devidos documentos de processos. A bibliografia irá reunir tanto autores teóricos como Philippe Willemart (2005); Cecília Almeida Salles (2012); James Gurney (2009/ 2012); Lippard, Chandler (2013) quanto autores técnicos do campo de desenho e pintura, como Andrew Loomis (2011); Sarah Simblet (2002); Scott Robertson (2014); Rob Alexander (2010) Charles Bargue (1866); William O'Connor (2009); Finlay Cowan (2007); Marco Mateu-Mestre (2018); e Ken Hultgren (1951).

6
  • BRENDA GOMES BAZANTE
  • “TRAVA TRANSCORPOCINÉTICA”: narrativas (auto)biográficas e práticas artísticas de/sobre travestis, transexuais e dissidentes sexuais e de gênero

  • Orientador : LUCIANA BORRE NUNES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIO JOSE RODRIGUES DA COSTA
  • LUCIANA BORRE NUNES
  • MADALENA DE FATIMA PEQUENO ZACCARA
  • Data: 28/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Nessa investigação busco entender como narrativas (auto)biográficas, construídas a partir da narração e reflexão de/sobre memórias e experiências, podem contribuir para a criação do conceito de práticas artísticas “Trava Transcorpocinética”, através da representação das mudanças corporais e comportamentais feitas por mulheres trans e de travestis, antes e após a transição. Esse termo nasce da junção dos seguintes elementos: imagens que representam transformações feitas no meu corpo e comportamentos, narrativas (auto)biográficas divididas em três temporalidades biográficas (corpo-instante compulsório, corpo-instante em libertação e corpo-instante “libertado”) e, finalmente, práticas artísticas elaboradas a partir de reflexões sobre os acontecimentos narrados em cada um desses intervalos. Sua finalidade é relacionar imagens e narrativas, tanto das mudanças de comportamento quanto das intervenções cirúrgicas, estéticas ou endocrinológicas, com o meu trabalho na Arte Contemporânea, utilizando e tensionando, para isso, referenciais artísticos e conceituais relacionados à Arte Contemporânea, a Cronofotografia, a Arte Cinética e a Esteriometria. Ao longo da investigação, narro e contextualizo as memórias oriundas da infância, adolescência e início da juventude, identificando as frustrações e as dificuldades que enfrentei devido ao gênero compulsório ao qual fui designada. Nessa temporalidade, estabeleci as ligações basilares para criar o conceito de “práticas artísticas corpo-estáticas compulsórias”. Em seguida descrevi e problematizei a transição de gênero e as mudanças comportamentais e corporais, realizadas nas esferas estética, endocrinológica e cirúrgica. Desta vez, relacionei as lembranças da juventude com estudos de gênero e narrativas (auto)biográficas nas artes visuais, para criar as relações necessárias à elaboração do conceito de “práticas artísticas corpo-cinéticas em libertação”. Dando continuidade, relato como as inquietações em torno do padrão de feminilidade exigido das mulheres trans e das travestis, ocorridas ao longo da maturidade, me influenciaram a problematizar o modo como performo a identidade trans. Com isso, relaciono a última temporalidade biográfica com a criação do conceito de “práticas artísticas corpo-cinéticas “libertadas””. Nesses processos, utilizei a metodologia narrativa (auto)biográfica, tendo como procedimentos investigativos o acesso às minhas memórias por meio de diversos dispositivos. Após refletir sobre as memórias e  experiências narradas, confeccionei as práticas artísticas corpo-estáticas e as corpo-cinéticas. Ao examiná-las, considerando suas ligações com as narrativas (auto)biográficas, determinei que a passagem das silhuetas e dos comportamentos de um corpo-instante para outro, relacionadas e representadas por meio de uma performance, fundamentam o conceito das práticas artísticas Trava Transcorpocinéticas. Por fim, através da junção das palavras “trava”, “trans”, “corpo” e “cinética”, defino-o como uma ação performática na qual interajo com uma escultura cinética a fim de representar a movimentação efetuada pelo meu corpo e comportamentos ao atravessar duas experiências ocorridas e narradas nas temporalidades biográficas corpo-instantes compulsório, em libertação ou “libertado”.


  • Mostrar Abstract
  • A dissertação “Cadê as travas transcorpocinéticas?: Narrativas autobiográficas influenciando o desejo de representação do corpo transgênero por meio da Arte Cinética” busca entender como narrativas autobiográficas que percorrem três períodos específicos, infância e juventude, transição e mudanças corporais e, por fim o amadurecimento da identidade transexual e a entrada para a universidade, influenciaram o meu desejo de elaborar o conceito de Transcorpocinetismo. Tenho como objetivos específicos: 1) Narrar o período que começa na minha infância e se estende até a saída da Marinha do Brasil, identificando as frustrações e as dificuldades enfrentadas devido ao gênero compulsório ao qual fui designada; 2) Descrever a conturbada e prazerosa transição de gênero e as mudanças corporais realizadas nas esferas estética, endocrinológica e cirúrgicas, a fim de abandonar, esteticamente, o gênero masculino; 3) Conversar com três outras mulheres trans a respeito de suas transições, tendo alguns temas geradores funcionando como dispositivos de evocação da memória e 4) Relatar como inquietações que surgiram em torno do padrão de feminilidade exigido das mulheres transgêneras me  influenciaram no amadurecimento da identidade trans e, juntamente com a entrada para a universidade, despertaram o desejo de elaborar o conceito de Transcorpocinetismo. Para tal utilizarei a metodologia narrativa autobiográfica, tendo como procedimentos investigativos a realização de conversas mediadas por temas geradores, a fim de conhecer as memórias de três mulheres trans, além disso, utilizarei imagens de postagens das redes sociais das entrevistadas. São elas: Guilhermina Velicastelo, Dayanna Santos e Anne Celestino Mota. Os campos teóricos serão compostos por: BUTLER (2003), FOUCAULT (1999), PRECIADO (2017) e BENTO (2006), nos estudos de gênero e sexualidades...  As principais considerações deste estudo foram: (EM CONSTRUÇÃO).

7
  • EMANUELLY MYLENA VELOZO SILVA
  • O EDIFÍCIO 34 COMO PALIMPSESTO PARA AS ARTES VISUAIS EM JOÃO PESSOA/PB

  • Orientador : SABRINA FERNANDES MELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SÍLVIA MARIA CABRITA NOGUEIRA AMARAL DA SILVA FERREIRA
  • LUCIANA FERREIRA COSTA
  • SABRINA FERNANDES MELO
  • Data: 28/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • A arquitetura, estudada pelas mais diversas perspectivas, pode evocar dois eixos importantes: seu aspecto histórico, sob a ótica dos monumentos e seu aspecto mnemônico,  que parte tanto da sua materialidade, como da sua imaterialidade,  trajetória de vida e de uso. O objetivo central desta pesquisa é analisar de maneira artística-histórica-patrimonial o Edifício 34 na tentativa de compreender sua trajetória artística. A pesquisa analisa a partir desses três eixos o Edifício 34 - conhecido atualmente como Casarão 34, localizado em João Pessoa, na Paraíba, através da metodologia da pesquisa histórica, utilizando de fontes bibliográficas, imagéticas e arquivísticas. Para esta análise, a pesquisa mostra o debate dos monumentos históricos e seus valores atrelados ao Edifício 34. Em seguida, para contextualizar seu surgimento e função, analisa o ambiente histórico, arquitetônico e social do início do século XX, época de construção do casarão, e trata do seu estilo arquitetônico, o eclético, em voga naquele período, analisando sua fachada e decifrando os símbolos de sua materialidade arquitetônica. A pesquisa analisa a trajetória artística do Edifício 34  através da alegoria do palimpsesto ao atentar-se para  as camadas de tempos em que  sediou eventos, atividades e instituições artísticas importantes para o cenário das Artes Visuais e para a história das exposições em João Pessoa. Dentre elas destacam-se exposições artísticas realizadas em 1919; o Salão Municipal de Artes Plásticas (SAMAP) em atividade desde 2008 e a instauração da Galeria de Arte Contemporânea Casarão 34, em 2015. Portanto, o Edifício 34 foi metaforicamente tratado como palimpsesto visual, carregado de tempos e memórias inerentes à história urbana, social e artística da capital.


  • Mostrar Abstract
  • A arquitetura, estudada através do âmbito da lógica do palimpsesto, evoca consequentemente dois eixos importantes para analisá-la: seu aspecto monumental, sob a ótica dos monumentos históricos - hoje, o patrimônio material - e seu aspecto mnemônico: a memória que permanece enraizada nas suas fachadas, em matérias de jornais ou nas suas fotografias. Portanto, o objetivo deste estudo é de analisar, a partir dos eixos artísticos, históricos e patrimoniais o Edifício 34, localizado em João Pessoa- Paraíba como objeto de pesquisa através da lógica do palimpsesto, termo utilizado no estudo de objetos, da arquitetura e das cidades como detentor de várias camadas de tempo e história, a fim de interpretar o monumento como fonte visual e documental que narra um determinado processo histórico da cidade. Compreender o Edifício 34 como monumento arquitetônico e seu papel na formação da memória artística; como também analisar a sua trajetória histórica através de seus “tempos” e suas diversas (re)significações - o palacete da Confederação, o Casarão 34 e a Galeria Casarão 34, assim como analisar seus elementos visuais e como suas mudanças de fachada, estilo arquitetônico e a simbologias presentes nos elementos artísticos podem fazer surgir interpretações dos seus significados e compreender como os mesmos narram um determinado período histórico da região, como a modernização do início do século XX na cidade e as reformas e restaurações em diversos âmbitos, como o social e o cultural na capital pessoense. Neste estudo problematiza-se como um determinado monumento arquitetônico - neste caso, o Edifício 34 - pode evocar a memória cultural-artística da cidade por meio da metodologia da pesquisa histórica e seus meios de investigação bibliográfico, arquivístico e iconográfico. É por meio desses eixos e direcionamentos que será estudado o monumento arquitetônico como fonte criadora de identidades, de cultura, de memória e de pertencimento.

8
  • INGRID BORBA DE SOUZA PINTO DOMINGOS
  • ALINHAVAR: POÉTICAS TÊXTEIS E NARRATIVAS DOCENTES SOBRE A FORMAÇÃO EM ARTES VISUAIS

  • Orientador : LUCIANA BORRE NUNES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA BORRE NUNES
  • MARIA BETANIA E SILVA
  • VANESSA FREITAG
  • Data: 28/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • A investigação “Alinhavar: poéticas têxteis e narrativas docentes sobre a formação em artes visuais”, foi desenvolvida no Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB, versou sobre um processo de criação em arte têxtil que rememora e problematiza narrativas autobiográficas sobre a formação da docência em artes visuais. Deste modo, sob o aporte da abordagem A/r/tográfica alinhavei as relações entre pesquisa autobiográfica, práticas contemporâneas em arte têxtil e a formação docente, perguntando quais sentidos sobre a docência artista posso construir em relação às narrativas de professoras de artes visuais em processo de formação inicial? Tive como objetivos específicos: 1) Desenvolver o processo poético têxtil Alinhavar por meio de relações artístico- pedagógicas com cinco estudantes do curso de Artes Visuais - Licenciatura; 2) Refletir sobre as possíveis aproximações das narrativas autobiográficas na formação docente e; 3) Compreender a partir das partilhas poéticas e narrativas os caminhos de uma docência artista. Perpassei por reflexões teóricas sobre Processos de Criação (OSTROWER, 2014); Pesquisa Narrativa (MARTINS;TOURINHO;SOUZA, 2017) e Saber-Fazer Docente (TARDIF,2002) para embasar as narrativas compartilhadas na poética têxtil com as cinco estudantes em formação. Tive por caminhos interpretativos perceber a construção de sentidos da docência artista baseada na narratividade e nos processos de criação demonstrando como os processos de formação docente podem ser uma artesania de saberes.


  • Mostrar Abstract
  • A investigação “Alinhavar: poéticas têxteis e narrativas docentes sobre gênero e sexualidades”, em desenvolvimento pelo Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB, versa sobre indagações que partem das práticas contemporâneas em arte têxtil e do campo de estudos em gênero e sexualidades. Sob o aporte da abordagem A/r/tográfica busco alinhavar as relações entre autobiografia, processos de criação e prática docente. Deste modo, minha pergunta de pesquisa pretende desvelar quais sentidos sobre a docência artista posso construir em relação com as narrativas de professores/as em processo de formação inicial ? Tenho como objetivos específicos: 1) Criar relatos autobiográficos têxteis sobre gênero e sexualidades; 2) Desenvolver um objeto artístico têxtil intitulado Alinhavar e refletir as suas aproximações com as narrativas biográficas de cinco professores/as em formação , em gênero e sexualidades; 3) Identificar se o reconhecimento dessas narrativas podem, ou não, possibilitar espaços de práticas pedagógicas específicas para gênero e sexualidades. Recorro aos conceitos de Escrita de Si (FOUCAULT; 2019); Processos de Criação (OSTOWER; 2014); e Pesquisa Narrativa (MARTINS; TOURINHO; 2017) para criar problematizar e produzir conhecimentos. poéticas A pesquisa compreende-se como uma investigação educacional baseada em artes que produz sentidos a partir das teorias com as possibilidades a/r/tográficas. Por fim, quero identificar se a aproximação da poética têxtil com memórias e narrativas podem, ou não, estar constantemente constituindo subjetividades de gêneros e possibilitando a ação de práticas pedagógicas que visam os enfrentamentos micropolíticos das distinções poder, desigualdades de gênero, sexualidades, cultura e legitimação dos diversos espaços de fala e narrativas destes cinco professores.

9
  • CLEYTON DE MELO NOBREGA
  • (RE)PERFORMANCE PRETA COMO MEDIAÇÃO ARTÍSTICA EM MUSEUS

  • Orientador : ROBSON XAVIER DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA DAS VITORIAS NEGREIROS DO AMARAL
  • ROBSON XAVIER DA COSTA
  • VICTOR HUGO DE NEVES OLIVEIRA
  • Data: 28/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • A (re)performance, metodologia que possibilita revisitar obras performativas, pode potencializar novos olhares e perspectivas em relação a obras já produzidas. Esta pesquisa dialoga com o campo da teoria das Artes Visuais por meio do estudo da (re)performance, mídias virtuais e audiências. O objetivo geral desta pesquisa é investigar as potencialidades do uso da mediação cultural em museus por meio da (re)performance na Exposição Permanente do Acervo Museu do Homem do Nordeste. A pesquisa está vinculada ao Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais, da Universidade Federal de Pernambuco e da Universidade Federal da Paraíba (PPGAV UFPE/UFPB). Pretende-se utilizar a abordagem da escrita tendo como objeto uma performance autoral, intitulada “Mirueira e seus Mucambos” (2022). Essa (re)performance aconteceu na exposição permanente do Museu do Homem do Nordeste (MUHNE), problematizando questões relacionadas à performance negra, arte, museus e seus públicos. O foco desta pesquisa é o contexto das instituições culturais, particularmente o Museu do Homem do Nordeste, tendo como principais referências Conceição Evaristo (2020), Eleonora Fabião (2008), Djamila Ribeiro (2019) John Dewey (2008) e Maria Piñeiro ( 2016). Os resultados indicam o potencial do uso da (re)performance preta como possibilidade frutífera de mediação em equipamentos/museus culturais. Tais resultados motivam processos de pesquisa sobre fruição e mediação artística. Desencadeando diálogos sobre experimentação artística e questões étnico-raciais.


  • Mostrar Abstract
  • A (re)performance pode potencializar novos olhares e perspectivas em relação a trabalhos que foram produzidos anteriormente. Esta pesquisa dialoga com o campo do ensino das Artes Visuais por meio do estudo da (re)performance, dos meios virtuais e dos públicos. Esta pesquisa tem como objetivo geral investigar as potencialidades do uso da mediação cultural em museus por meio da (re)performance na Exposição Permanente do Acervo Museu do Homem do Nordeste. A pesquisa está vinculada ao Programa Associado de Pós Graduação em Artes Visuais, da Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal da Paraíba (PPGAV UFPE/UFPB). Pretendemos utilizar a abordagem a\r\tográfica tendo como objeto uma performance autoral, intitulada “Mirueira e seus Mucambos” (2022). Essa performance foi gravada na exposição permanente do Museu do Homem do Nordeste (MUHNE) e apresentada ao público por meio das redes sociais do artista/performer, dando origem a duas lives, sob a mediação do autor, conversando sobre questões relacionadas à performance preta, arte, museus e seus públicos. O norte deste estudo tem como foco o contexto das instituições culturais, particularmente o Museu do Homem do Nordeste, tendo como principais referências Eleonora Fabião (2008), Djamila Ribeiro (2019) John Dewey (2008) e Maria Piñeiro (2016). Os resultados parciais indicam a potencialidade do uso da (re)performance preta como uma possibilidade profícua de mediação em equipamentos culturais/museus. Tais resultados motivam os processos de investigação sobre

     

    fruição artística e mediação por meio da vídeo performance. Desencadeando diálogos sobre a experimentação artística e questões etnico-raciais.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação (STI-UFPE) - (81) 2126-7777 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01.ufpe.br.sigaa01